Oito meses e uma eternidade - Isabela Freixo


ISBN-13: 9781521453520
ISBN-10: 1521453527
Ano: 2017 / Páginas: 246
Idioma: português
Editora: Ases da Literatura

SINOPSE
Aos dezessete anos, Luísa está prestes a encarar o vestibular. Seu maior sonho é entrar para a faculdade de medicina, a fim de que um dia possa fazer pelas outras pessoas o que não fizeram por seu pai: salvá-lo. Com o pai, Luísa também perdeu a fé e, aos poucos, tornou-se ainda mais fechada quanto aos seus sentimentos e emoções.

Dona de um temperamento forte e irritadiço, ela tem sempre uma opinião formada e é de poucos amigos. Diferente da maioria das garotas de sua idade, Luísa não é romântica. Sempre muito racional, ela não se deixa envolver facilmente, até Maurício — o cara mais cobiçado de sua pequena cidade — atravessar o seu caminho.


Uma gravidez indesejada a colocará em uma realidade infinitamente distante da que sonhou para si, na qual todos os planos que havia feito para o futuro deverão ser repensados. Além dessa, outras reviravoltas farão Luísa perceber que não é tão autossuficiente quanto pensava, levando-a a embarcar em uma jornada de autoconhecimento e grandes transformações.

RESENHA

Uma brincadeira...
Uma surpresa.


Recebo esta obra por meio de uma brincadeira com a autora Isabela Freixo.


- Preciso DECIDIR não esperar 8 meses para ler seu livro.

A brincadeira foi bem aceita e a leitura ficará ETERNIZADA.

Isabela Freixo mora com os pais e a irmã mais nova em Guapimirim, na região da Serra dos Órgãos, Rio de Janeiro. É aluna do curso de Letras e apaixonada por histórias, em todas as suas formas de serem contadas. Além de escrever, Isabela compõe, canta e arrisca algumas notas no teclado. Reconhece que suas criações provêm do Criador. O maior artista de todos os tempos e sua grande inspiração.

“Muitas vezes Deus não vai mudar a sua situação, mas vai usar a situação para mudar você.” (p.98)

Este é seu primeiro livro publicado, mas não é sua estreia no universo da escrita. Escritor que é escritor, não é necessariamente só os publicados, mas sim aqueles que brincam seriamente com a escrita, por muito ou pouco tempo.

Oito meses e uma eternidade é uma verdadeira lição de superação, onde escolhas têm sim suas consequências. É uma obra de Fé, pois as lições morais são fundamentadas com trechos e exemplos bíblicos.

Porém, não é uma obra que só tem este assunto como exclusividade, ou seja, que tenha uma pregação. Quaisquer leitores independente de suas crenças podem sim apreciar e com toda certeza irão amar.

“Gosto de sentir que sou livre para pensar... fazer e falar o que eu quero, sem seguir regras impostas por outras pessoas. Não gosto muito de religião. Tenho minhas próprias opiniões. Gosto de não ter ninguém na minha cola, de sair para me divertir, dançar de vez em quando...” (p.130)

Os personagens são bem trabalhados, descritos, já a protagonista Luísa é uma jovem que carrega um trauma. A perda do seu pai a faz ficar descrente com a vida, com as pessoas e a Fé.

Com a vida – por ela viver sem limitar as consequências dos seus atos; com as pessoas – por ter apenas dois amigos em quem ela realmente acredita e confia. Mesmo assim, isso não impede de às vezes ela agir com humor e um pouco hostil com Fred e Vini; com a Fé – pela perda trágica do pai.

Fred, Vini são seus companheiros fiéis.

Mauricio é seu pecado. Um rapaz mimado, inconsequente. Luísa se envolve com o rapaz e sua vida fica de cabeça para baixo, adquirindo uma responsabilidade, modificando a vida de todos que a rodeia e ama.

Nessa primeira parte é o amadurecimento da Luísa, as batalhas diárias, mudanças de planos. A segunda parte é narrada por Bento, personagem que entra quase na metade do livro e também tem um drama pessoal forte, porém aparentemente superado.

O encontro dos dois abre o caminho da protagonista.

“... É claro que, muitas vezes, as dificuldades que passamos são consequências de atitudes erradas que tomamos e, infelizmente, teremos que arcar com cada uma delas.” (p. 96)

Isabela consegue entreter os leitores não só com a narrativa leve, narração em primeira pessoa, com seus personagens profundos, mas principalmente pela construção do momento de virada, quase no final do livro. Podem não considerar ponto virada, pois logo Bento entra narrando sua versão da história. Todavia, é um momento inesperado, choca, doe, deixa qualquer leitor hipnotizado. É uma bomba bem narrada e que proporciona toda autonomia para Bento entrar como novo protagonista.

Narrativa leve, personagens bem descritos e presentes, cenários bem narrados e lindos fazem de Oito meses e uma eternidade um livro especial.

Uma obra que é recomendada pela escritora Lycia Barros um exemplo de escritora contemporânea que usa da Fé em todas suas obras. 

Onde erros são para ser vivenciados e reconhecidos para o amadurecimento do “Eu”, este é o verdadeiro legado da obra.

                                                                                  BY:

Nenhum comentário:

Postar um comentário


© BOLG DA MARY - 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: MARY DESGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo