CONTO: A vida fora da comunidade - Léia Souza - 3º lugar

Arte: Larissa Dutra
 http://duaslivreiras.blogspot.com.br/
Em uma pequena comunidade moram Lucas e seus pais. Estes já idosos  não conseguiam mais trabalhar e Lucas, mesmo estudando, trabalhava a noite como garçom em um restaurante para ajudar sua família.
O rapaz sofria muito, pois  além de pertencer a uma comunidade,  era negro e com um jeito de falar muito simples. Por conta disso era muito ofendido pelos clientes, mas não podia reclamar, uma vez que aquela era a única oportunidade que  teve para ajudar seus pais.
Numa certa noite chegou um rapaz e o jovem Lucas logo foi  atendê-lo:
 - Oi, boa noite!
O rapaz, que estava acompanhado de uma moça, responde:
- Boa estava antes de você ter vindo até aqui.
E olhando em volta esbravejava:
-  Não quero ser atendido por esse negro e além de tudo é favelado! Chamem outro garçom! De preferência “gente” e não esse favelado!
Naquele dia Lucas foi para casa muito triste,  no caminho encontrou seus amigos e ao verem aquele triste semblante, logo perguntaram:
- Como vai “mano”, tudo “em cima”?
- Não muito... Perdi meu “trampo”...  Como vou ajudar meus pais agora?
- Já é mano, vamos dá um jeito!
- Como “véi”?
- Deixa com “nóis”!
Lucas começou a se envolver com drogas e outros rolos e seus pais que sonhavam tanto em ver o filho se formar em Medicina, pois esse era o maior sonho dele,  num dos assaltos que começara a praticar, Lucas é atingido por uma bala perdida e vem a falecer. Nem fome, nem miséria, nem  coisa alguma doeu  mais naqueles pobres e desamparados velhos que a morte do seu único filho.

Mais um sonho que nunca iria se realizar. 


***

Este projeto foi realizado em Ouro Verde - Minas Gerais, com idealização da professora Sandra Paula Xavier Santos Lewicki - E. E.Vereador luzo Freitas Araújo. 
Serão expostos uma vez por semana, três, dos seis vencedores do concurso de escrita - Conto Psicológico e Conto Social, na qual mediei uma palestra e entreguei os certificados . 


Visite o Site. Clique Aqui.

6 comentários:

  1. Que lindo, ou melhor, que triste... Parabéns a jovem Léia pelo belíssimo conto apresentado. Tens um dom, menina, nunca deixe de escrever.
    Parabéns Paty pelo lindo projeto, que este seja só o primeiro de muitos, esperaos estar sempre a teu lado, no incentivo a literatura nacional.
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos junta, Vivi! Realizando sonhos não só nosso. Obrigada por fazer parte deste projeto. Beijos na alma.

      Excluir
  2. Olá, tudo bem? Paty, primeiramente meus parabéns por ter apoiado este projeto tão lindo, pois tudo que incentiva a escrita e leitura deve ser apoiado com o maior carinho do mundo. Estes adolescentes estão no caminho certo, sem dúvidas, os contos são simplesmente incríveis e merecem ter muito destaque... Adorei ter ajudado em algo, mesmo que com simples capas, muito obrigada pela oportunidade. Amei! <3

    Beijos,
    https://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Flor! Você arrasou e emocionou todos nós com a sensibilidade aos construir cada arte. Parabéns, viu? E sinceramente, acho que encontrei minha nova capista para projetos literários 2018 ...rs... Beijos na alma.

      Excluir
  3. Amiga, você é um poço de generosidade! Esta oportunidade dada é única e extremamente gratificante! Meu coração está em júbilo e muito emocionado! Muito obrigada, amiga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga! Seu projeto é lindo! A causa é nobre!
      Fico muito feliz con a sua felicidade e de fazer parte e alegrar de alguma forma todos envolvidos. Estou orgulhosa demais de ti.
      Parabéns!
      Beijos na alma.
      Patrícia Brito www.patriciabritto.com

      Excluir


© BOLG DA MARY - 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: MARY DESGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo