3% (Três Porcento) - César Charlone





Ano: 2016
Gênero: Drama/Ficção Científica

Direção: César Charlone

Ei, você ai brasileiro... 
Você mesmo!

Já pensou em viver em um mundo onde reina a miséria, sofrimento e toda a (pobre) escória da humanidade e, onde terá ao chegar aos 20 anos, apenas uma chance de passar para o “lado de lá” e viver uma vida digna?

Baseada em um piloto de três episódios lançados no youtube em 2010 (se não me falha a memoria), rejeitada por 10 emissoras and finalmente produzida pela gloriosa Netflix, a primeira série brasileira do serviço de streaming chegou, agradou e nos deixou com um gosto de: QUEREMOS MAIS!

Para entender um pouco melhor, jovens adultos ao completarem 20 anos tem a oportunidade de viver em uma cidade que lhes proporcionará uma vida saudável e plena, mas para isso precisarão atravessar tarefas árduas, enfrentar seus maiores medos, deixar seus amigos e amores para atrás para finalmente os 3% restantes serem purificados. Porém, do lado sombrio há aqueles que querem justiça, igualdade e vingança, infiltrando seus agentes na seleção.


O enredo foca na tentativa de passagem de cinco personagens: Michele, Fernando, Joana, Rafael e Marco. Cada um com um enorme desejo de passar para o outro lado e conseguir seus objetivos... Porem vão ficando pelo caminho.. #MiniSpoille


Quando assisti o piloto pela primeira vez fiquei tipo “Isso não pode ser brasileiro!”... Espalhei pra quem eu podia e acompanhei com alegria até o enfim dia que a Netflix começou a produzir a série. Agora com a primeira temporada disponível, assisti e fiquei tipo: VAI BRAZIL Ê Ô! Tudo que esperava e até o que não esperava acontece entre o Continente e o Maralto (vulgo “Lado de Lá e Lado de Cá”). Uma ideia tão original e tecnológica mostra o quão os produtores e diretores brasileiros são capazes de fazer algo totalmente fora da nossa área de conforto cinematográfica.


Nota pessoal: *****

Lembre-se: Você é o criador do seu próprio mundo, aconteça o que acontecer, você merece!


By Tom Matias

Nenhum comentário:

Postar um comentário


© BOLG DA MARY - 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: MARY DESGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo