Tortura cor de Rosa - Lycia Barros




ISBN-13: 9788589829403
ISBN-10: 8589829405
Ano: 2011 
Páginas: 149
Editora: Atitude

Ao mudar-se para São Paulo com seus pais, Ava pensou que poderia ter uma vida normal, como a de todas as meninas da sua idade, que têm amigas com quem conversar, com quem sair e com quem divertir-se naquela cidade cosmopolita. O novo bairro é bonito e elegante, e o novo colégio parece-lhe uma promessa de novos dias por viver, repletos de bons acontecimentos.
Porém, já no primeiro dia de aula, Ava descobre que nem mesmo ali a vida é perfeita. Sem que saiba direito como, torna-se alvo de uma garota cruel, que está sempre cercada por fiéis seguidoras, com as quais forma uma espécia de gang. É quando tem início o bullying, que tornará a vida de Ava um inimaginável e completo inferno.
"Ava encarou-a por um momento, abalada, tentando disfarçar o pavor que se espalhava pelo seu corpo e as lágrimas que ameaçavam cair de seus olhos. Sentiu-se tomada por um ódio desconhecido. Queria asfixiar aquela garota. Jamais, em tempo algum, pensara que um dia fosse sofrer ameaças daquele tipo, de humilhação mórbida. Dois sentimentos fortes brotaram-lhe: a indignação e o desejo de vingança. Porém, o medo se espremeu entre eles. Se Jaque tinha mesmo feito aquilo com Yoshie, porque não faria com ela?"

Resenha

"Nós, cristãos verdadeiros, devemos orar a Deus e entregar nossos problemas nas mãos dEle. A vingança pertence ao Senhor. Você está numa situação aparentemente sem saída, mas só Deus pode lhe dar o escape." (p.77)


Quando achamos que não iremos surpreender mais com a autora, chega um livro, uma nova leitura, deixando qualquer leitor(a) maravilhado(a).

A obra narrada em terceira pessoa.  Relata a estória de Ava, um personagem que a princípio parece ser cheio de problemas, talvez por obter uma mãe fria, ou, por constante mudança de cidade, por conta do trabalho do pai.

Entretanto, seus problemas são pequenos diante do que ela viverá na nova cidade, na capital paulista; para ser exato, na nova escola.

Era para ser uma escola normal, uma vida tranquila, uma cidade receptiva, se não fosse duas colegas a mudar toda sua vida. Uma para melhor, com uma amizade verdadeira; estamos falando da japonesa Yoshie. Contudo, aquela que muda sua vida radicalmente é Jaque.
Tudo por causa do seu primeiro amor, que por casualidade, é o amor também da insuportável Jaque.

O drama que Ava viverá, é um teste de resistência e paciência. E, em todas as batalhas, a amiga Yoshie será sua companheira inseparável.

Ambientada na escola, o livro é uma delicia de ler, pois passa todo o drama de jovens no colegial. Entre um conflite e outros, deparamos com provas, trabalhos, diretora, paixonites.
Lycia trata com leveza e sabedoria assuntos polêmicos e tristes, como o bullying, primeiro amor, vingança, ódio, revolta. Sem esquecer-se de incluir a Fé em todos os temas.

O drama de Ava em casa também não é fácil e observar suas decisões diante dos poucos 15 anos, nos faz refletir que adolescente tem sim problemas sérios que extrapolam o estudo. Sentimentos camuflados, conflitos não somente externos, como interno.

Lucas, um jovem fofo que sofre com os conflitos de Ava, sem mesmo saber do que se trata, é uma parte linda da leitura. Rapaz responsável, dedicado e cavalheiro. 

Os personagens são bem construídos, sentimos bem a emoção de cada um, até mesmo dos pais de Ava que pouco desponta no cenário, mas essas raras são aparições importantes.

"Ava, minha filha, sente-se ... Não é nada disso. Eu e sua mãe jamais nos separaremos. Estamos unidos diante de Deus. Você sabe o que pensamos sobre isso. Precisamos conversar sobre outro assunto, mas não menos sério."

O enredo é envolvente, com virada inteligente e humorada. E por mais que seja um livro juvenil, recomendo a leitura para todas as idades. É prazeroso entrar no universo adolescente, entender suas aflições e preocupações.

As maldades da juventude e das personagens são impressionantes, que às vezes assustava.
O final é bem construído, acolhedor e justo.

"Acha mesmo que eu me daria a esse trabalho todo por nada? Pedir desculpas pra essa maltrapilha idiota, convidá-la para a minha festa, batizar o seu drinque, para simplesmente lhe entregar a chave? ... Rebeca, aquela ruivinha, finalmente me serviu para alguma coisa. Me disse que viu você e o Lucas batendo papo na biblioteca. Confesso que, para uma novata, você foi bem rápida. Foi por isso que eu armei tudo isso: queria te passar uma simples mensagem. Antes de almejar qualquer coisa naquele colégio, certifique-se de que ela já não é minha. capiche? (p.37)


Nota máxima, mas um livro que irá para os classificados de preferidos da escritora Lycia. Uma surpresa esplêndida, por ler sem esperar, e quase ruir da cadeira por ser delicado e intenso. 

Beijos
Paty OBS

Nenhum comentário:

Postar um comentário


© BOLG DA MARY - 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: MARY DESGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo