A Última Dança - Marcos A. Junior






Os dois ponteiros haviam acabado de se encontrar na posição mais elevada daquele relógio quando, acobertados pelos fogos de artifício que marcavam a chegada de mais um ano, aqueles sons muito similares ao dos rojões estourando fizeram sua maior vítima daquela noite. Elizabeth, a mais nova habitante do outro mundo.

O corpo caído no chão, seu vestido novo com uma mancha de sangue que quase alterava a cor original e muitos sonhos jogados fora. Os cumprimentos só deram lugar à preocupação quando os fogos de artifício pararam de iluminar o céu escuro, sem estrelas, e os olhares puderam observar, na retaguarda, aquele corpo esguio, porém bem definido, jogado ao relento. Os gritos de Feliz Ano Novo deram lugar aos gritos de desespero. Aos familiares só restava à dúvida cruel de saber como aquela aquilo havia acontecido. Uma jovem, no auge dos seus dezoito anos, um futuro promissor pela frente, agora, aguardava a ambulância, desacordada, enquanto os outros viam todos àqueles planos irem por água abaixo.

Sua personalidade forte não se assemelhava em nada com os passos de ballet que fazia em suas muitas horas de ensaios na escola mais desejada por qualquer bailarino do país. Assim como qualquer outra jovem da mesma idade, os hormônios a deixavam uma pilha de nervos quando se deparava com qualquer tipo de problema, por menor que eles fossem. O culpado, por aquele que poderia ser o fim daquela maravilhosa existência, não imaginava quanto desejo de futuro existia naquela garota.

Desde pequena sempre teve sonhos de se tornar uma bailarina profissional. Não conseguia imaginar sua vida sendo vivida de outra maneira que não fosse completamente entregue à dança. Seus pais incentivaram-na desde pequena. Quase todos os aniversários tinham o mesmo tema. Se vestir de bailarina, desde pequena, era uma rotina muito prazerosa. Seu gosto por músicas clássicas, que só pessoas desse ramo conseguem passar horas e horas escutando, veio desde quando era ainda bebê. Seus pais descobriram que, aqueles sons, eram a melhor maneira de acalmar a criança mais chorona de todo o bairro.

A única pessoa que conseguia tirar a atenção de Eli, como era carinhosamente chamada por todos que a conheciam, do mundo da dança era o (ex) namorado Mário. Os dois haviam se conhecido anos atrás e tinham uma relação extremamente prazerosa, apesar das diferenças que tinham em suas personalidades. Mario e Eli se tornaram amigos através da escola de música que ambos frequentavam. Ela, já era bailarina desde pequena. Ele, por sua vez, começara a ter aulas de violão há apenas um ano, porque achava que as meninas se tornariam mais fáceis se soubesse seduzir tocando algum instrumento. No pensamento dele, as cantadas seriam, literalmente, cantadas.

Um ano mais velho, não pela mentalidade, um pouco preso à realidade e sem nenhum sonho pra viver. Essas eram as características mais marcantes na personalidade de Mario. Um jovem que nunca levara a vida tão a sério, mas que sempre buscara o que quisera, mesmo que não das maneiras mais confiáveis. Os dois se cruzaram pela primeira vez em uma peça apresentada pela escola, onde ele tocaria algumas músicas para embalar os passos daquela que era o futuro daquela companhia. O amor à primeira vista não existiu, mas não estavam apressados para se apaixonar. Suas defesas foram caindo, pouco a pouco, e a resistência que Eli teve ao primeiro toque dos lábios dele parecia ter desaparecido totalmente quando tiveram a sua primeira vez juntos.

Mario ficaria marcado eternamente na memória da pequena bailarina. Havia sido o primeiro homem da sua breve vida, e se dependesse dela, seria o último.




Próximo Capítulo, será postado assim que o autor atingir a meta de seguidores no instagranm @maj_oficial
A meta inicial é de 3,5k de seguidores. Como ele Já possui 3,170...faltam então 300 para o capítulo 2 ser divulgado. 
Então, vocês seguidores irão dizer a velocidade desta série.

Marcos Jr.




Nenhum comentário:

Postar um comentário


© BOLG DA MARY - 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: MARY DESGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo