And Oscar goes to... - Tom Matias



A 88ª cerimônia de entrega dos AcademyAwards é uma transmissão televisiva, produzida pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, para premiar os melhores atores, técnicos e filmes de 2015.

A cerimônia, realizada no dia 28 de fevereiro de 2016, no Teatro Dolby, em Los Angeles, Califórnia, sendo apresentado pelo comediante Todo Mundo Odeia o Chris Rock.
Entre polêmicas de gênero, racismo e quem mereceu ou não a estatueta, certamente o grande ápice da noite foi a enfim conquista do Leonardo DiCaprio de melhor ator no filme O Regresso. 

Depois de longos, longos, longos [...] longos anos, Leo enfim sai realizado da cerimônia e nos perdemos aquele velho meme satirizando este prêmio que tanto lhe fez falta..., Mas é assim, um morre, outro nasce (procure por Glória Pires comentando o oscar) (:D)

Enfim, voltando ao foco, o grande vencedor da noite foi Mad Max – Estrada da fúria levando 6 estatuetas. 

Vamos aos vencedores:

#AlertaDeSpoiller

Spotlight – Segredos revelados

Levando a mais cobiçada estatueta de Melhor Filme e de quebra a de Melhor Roteiro Original, Spotlight ainda arranha a garganta de muita gente por se tratar de uma investigação sobre abuso sexual e pedofilia na arquidiocese católica de Boston. Dirigido por Tom McCarthy e estrelado por Mark Rufalo (De repente 30, E Se Fosse Verdade, Os Vingadores...), o time Spotlight do jornal The Boston Globe é acionado para investigar o caso, começando pelo Cardeal Bernard Francis Law, que era acusado de saber sobre os casos de pedofilia e não fazer nada sobre o assunto. Achando que seria um caso único, com o decorrer da investigação o time chega a uma lista de 87 padres acusados de pedofilia e começam a buscar pelas vítimas. Devido aos ataques de 11 de setembro de 2001 a investigação é forçada a parar, retomando ao descobrir que há arquivos que provam os casos de pedofilia ignorados pelo Cardeal Law. Ganhando uma ação na justiça para que mais documentos cheguem ao público, o jornal enfim edita e publica a matéria. A história é impressa na primeira página com um link para os documentos que expõem o Cardeal Law, e um número de telefone pedindo que vítimas de padres pedófilos os denunciem. Na manhã seguinte, a pequena redação do time Spotlight é inundada por ligações de vítimas querendo contar suas histórias.


A Grande Aposta
Levando a estatueta de Melhor Roteiro Adaptado, A Grande Aposta foi dirigido por Adam McKay e estrelado por eu sou o Batman Christian Bale, o virgem de 40 anos Steve Carell, Ryan Gosling e Brad Pitt. Baseado no livro homônimo de Michael Lewis, a obra conta a crise financeira de 2007/2008 em Wall Street. Michael Burryé o dono de uma empresa de médio porte, que decide investir muito dinheiro do fundo que coordena ao apostar que o sistema imobiliário nos Estados Unidos irá quebrar em breve. Tal decisão gera complicações junto aos investidores, já que nunca antes alguém havia apostado contra o sistema e levado vantagem. Ao saber destes investimentos, o corretor JaredVennettpercebe a oportunidade e passa a oferecê-la a seus clientes. Um deles é Mark Baum, o dono de uma corretora que enfrenta problemas pessoais desde que seu irmão se suicidou. Paralelamente, dois iniciantes na Bolsa de Valores percebem que podem ganhar muito dinheiro ao apostar na crise imobiliária e, para tanto, pedem ajuda a um guru de Wall Street, Ben Rickert, que vive recluso.



Divertida Mente
Levando a estatueta de melhor animação (sim, estávamos torcendo pelo brazuca o Menino e o Mundo), Divertida Mente foi dirigido por Peter Docter e produzido pela Pixar. O longa se passa na mente de Riley, onde cinco emoções (Alegria, tristeza, medo, raiva e nojinho) tentam conduzir sua vida quando ela se muda com os pais para uma cidade nova. Uma animação com tema bem diferente das que temos atualmente, nos mostra como todas as emoções se completam e até chegam a mexer com nossas emoções no decorrer da história. 




Saul Fia 
Levando a estatueta de Melhor Filme Estrangeiro, Saul Fia foi dirigido por László Nemes. Esse filme húngaro nos leva para 1944, onde Saul Ausländer é um húngaro membro do Sonderkommando, o grupo de prisioneiros judeus isolados do acampamento e forçados a ajudar os nazistas na máquina de extermínio em grande escala. Saul trabalha num dos crematórios quando descobre o cadáver de um menino em cujos traços reconhece como sendo seu filho. Enquanto o Sonderkommando prepara uma revolta, Saul decide salvar o corpo da criança do fogo e oferecer-lhe um sepultamento digno.



 Amy

Levando o merecido prêmio de Melhor Documentário em Longa Metragem, Amy for dirigido por AsifKapadia, nos mostrando o lado mais íntimo de Amy Winehouse. Para descrever esse longa, uso as palavras de David Joseph, presidente da universal Music do Reino Unido: "Cerca de dois anos atrás, decidimos fazer um filme sobre ela — sua carreira e sua vida. É um filme muito complicado e afetuoso. Nele abordam muitas coisas sobre a família e os meios de comunicação, a fama, o vício, mas o mais importante, ele capta seu verdadeiro coração, o que ela foi, uma pessoa incrível e um verdadeiro gênio musical."





A Girl in the River: The Price of Forgiveness 
Levando a estatueta de Melhor Documentário e Curta Metragem, A Girl in the River é um documentário estadunidense-paquistanês de 2015 dirigido por Sharmeen Obaid-Chinoy, o qual fala sobre mortes recorrentes no Paquistão, por motivos socioculturais.Saba Qaiser, uma paquistanesa de 18 anos, se casou em 2014 com o homem que amava, mas a sua família não concordava com a união, e ela sofreu as consequências. Sharmeen Obaid-Chinoy resolveu contar a história de Saba, que reflete uma triste realidade do sul da Ásia.


Stutterer 

E o oscar de Melhor Curta Metragem vai para: Stuterer! Stutterer é um filme de drama britânico de 2015 dirigido e escrito por Benjamin Cleary, que conta a história de um homem jovem que sofre com distúrbio da fala e precisa reverter essa situação. Para um homem solitário , um relacionamento online o ajudou a mascarar sua impedimento de fala cruel. Um passeio de montanha-russa de alegria , dúvida e romance na era digital.





Mad Max 


Estrada da fúria – E o grande vencedor da noite foi Mad Max, levando as estatuetas de Melhor Edição de Som, Melhor Mixagem, Melhor Direção de Arte, Melhor Maquiagem, Melhor figurino e Melhor Edição. Dirigido por George Miller e estrelado por Tom Hardy e Charlize Theron, Estrada da Fúria é o quarto filme da franquia Mad Max, se passando em um vasto deserto de um futuro pós-apocalíptico onde gasolina e água são bens valiosos. Ele segue a história de Max Rockatansky, que se junta a Imperatriz Furiosa para fugir do líder cultista Immortan Joe e seu exército dentro de um caminhão tanque.Perseguido pelo seu turbulento passado, Max Rockatansky acredita que a melhor forma de sobreviver é não depender de mais ninguém além de si próprio. Ainda assim, acaba por se juntar a um grupo de rebeldes que atravessa a Wasteland, numa máquina de guerra conduzida por uma Imperatriz de elite, Furiosa. Este bando está em fuga de uma Cidadela tiranizada por Immortan Joe, a quem algo insubstituível foi roubado. Desesperado com a sua perda, o Senhor da Guerra reúne o seu exército e inicia uma impiedosa perseguição aos rebeldes e a mais implacável Guerra na Estrada de sempre.


O Regresso

O longa que rendeu a tão esperada estatueta de Melhor Ator para Leo DiCaprio e ainda levou as de Melhor Diretor e Melhor Fotografia, O Regresso é um filme norte-americano de 2015 realizado por Alejandro González Iñárritu, escrito por Mark L. Smith e Iñárritu, baseado no romance homónimo escrito por Michael Punke, que por sua vez foi inspirado pela história real de Hugh Glass. O filme é estrelado por Leonardo DiCaprio, Tom Hardy, DomhnallGleeson e Will Poulter.Em 1823, durante uma expedição para território inexplorado no Velho Oeste, o explorador e comerciante de peles Hugh Glass é atacado por um urso e deixado para morrer pelos seus companheiros. Glass sobrevive e parte para dentro de território selvagem durante o inverno à procura de vingança contra aqueles que o deixaram para morrer.





Ex_Machina 

Levando a estatueta de Melhor Efeitos Visuais, Ex_Machina foi dirigido por Alex Garland, em sua estreia como diretor. Caleb, um jovem programador de computadores, ganha um concurso na empresa onde trabalha para passar uma semana na casa de Nathan Bateman, o brilhante e recluso presidente da companhia. Após sua chegada, Caleb percebe que foi o escolhido para participar de um teste com a última criação de Nathan: Ava, um robô com inteligência artificial. Mas essa criatura se apresenta sofisticada e sedutora de uma forma que ninguém poderia prever, complicando a situação ao ponto que Caleb não sabe mais em quem confiar.



E ainda levaram estatuetas:

·         Melhor Atriz: Brie Larson por O Quarto de Jack;
·         Melhor Ator Coadjuvante: Mark Lylance por Ponte dos Espiões;
·         Melhor Atriz Coadjuvante: Alicia Vikander por A Garota Dinamarquesa;
·         Melhor Trilha Sonora: Ennio Morricone por The HatefulEight;
·         Melhor Canção Original: Jimmi Napes e Sam Smith por 007 Contra Spectre.



Amanhã ainda temos algumas curiosidades sobre o oscar 2016

 Tom Matias












Até
Tom Matias





Nenhum comentário:

Postar um comentário


© BOLG DA MARY - 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: MARY DESGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo