Semana Escritor - Dois Lados de Um Coração - Marcela Luca






ISBN-13: 9788568255100

ISBN-10: 8568255108

Ano: 2015 / Páginas: 328

Idioma: português 

Editora: Literata


Dor. Nunca uma palavra fez tanto sentido na vida de Elizabeth Campbell. Quando a felicidade parece finalmente estar caminhando junto a ela, esse outro sentimento vem e toma o seu lugar. A tentativa de ser feliz novamente poderia ser conquistada se não fosse o fantasma de suas antigas dores que volta atormentá-la. Elizabeth jamais imaginou que a vida seria capaz de lhe tirar sem permissão a pessoa que ela mais amava. Após perder seus pais de maneiras diferentes, ela passou a acreditar que nunca mais passaria por algo parecido. A vida, no entanto, preparava-lhe uma surpresa em silêncio... Quando Campbell se vê presa dentro de si mesma, mergulhada em uma tristeza sem fim e incapaz de seguir em frente, Thomas Hunter, um rapaz que nunca acreditou no amor, tenta tirá-la do chão, embora ele também precise que alguém o tire de lá. Juntos, eles descobrem que são capazes de superar as perdas e frustrações que a vida lhes deu


RESENHA



Ai, William, como eu te amo! Amo tanto que chega a doer!


O que falar deste livro. Este, que me proporcionou horas de choro, luto, dor, esperança, recomeço, vida.

Um livro com a capa linda. Recebi essa linda obra em parceria com a escritora Marcela de  Luca, para compor a semana escritor. 

A narração é em terceira pessoa e vai contar a história de Elizabeth, ou Lizie, ou Eliz.

Elizabeth, tem um grande amor chamado Willian, conhecido como Will. Ele é de uma família bem tradicional e respeitada em Menphis - EUA. Ambos namoram por seis anos, estão muito apaixonados e fazendo planos.

        Não é spoiller gente, por acontecer no primeiro capítulo.

O livro inicia no casamento da irmã de Will, neste casamento o irmão de Will, Tomas ou Tom para os próximos, deixa a mãe Ellen preocupada por conta da bebida. A conseqüência disso;  Will fica responsável pelo irmão e após deixar a namorada em casa, ele tem que levar o irmão.

Nesse trajeto, Tom fala que sente a falta do convívio com o irmão, como simples irmão amigos, que sempre foram. Tom, o culpa pela distância,  o namoro dele com Elizabeth. A relação de Tom e Elizabeth é de "entre tapas e nada de beijo", e Will não entende o motivo.

Ainda no trajeto, um deslize, um acidente. Acidente que transformará a vida de todos os personagens. 

— "Está tudo bem, Thomas — a primeira voz falou. — A ambulância está chegando."

Will vem a óbito e nesse ponto, após o terceiro capítulo, a esstória começa aprofundar.

"... não chore porque acabou, mas sorria por ter acontecido. E havia acontecido..."

Em toda a leitura, surgem lembranças do passado, profetizando aos poucos  algumas revelações. Também os leitores começam a acompanhar a evolução  do luto, para depois, a evolução do pós luto.

“Se afaste das coisas que não a fazem feliz, Eliz. E se isso significa largar o emprego, por que você não larga?”.

Luto da família, da namorada. A confirmação da amizade com a família do namorado falecido. 

São longos capítulos, onde todos diante da dor, tentam seguir suas vidas. Com o passar da leitura, veremos uma Elizabeth tentando. E também iremos descobrir suas lutas antes do Will, superações, perdas. A perda da família e como ocorreu.

Não é fácil, o luto é algo realmente inexplicável. Têm capítulos dolorosos, difíceis, momentos que você, para, respira, e continua ... Continua lendo, sofrendo junto com a protagonista.

"... Eu sei que a senhorita perdeu uma pessoa que amava muito recentemente, e mesmo assim me parece bastante forte — disse. — Isso é muito bom..."

E entre a dor do luto, chega o recomeço da vida, surge novas oportunidades, como: trabalhos voluntários para diminuir a dor, um novo amor, ou reinicio de uma nova oportunidade para o coração, pois amar, mesmo diante da dor, é possível. Entretanto, Elizabeth não sabe se isso é correto, principalmente por quem, ela sem querer primícia a se envolver.

No meio desta restauração, em um trabalho voluntário, ela conhece Natalie. De imediato, surge uma ligação forte entre as duas, uma nova e linda história surge. E assim, o título do livro, começa a fazer todo sentido.

Em toda a leitura, iremos acompanhar a luta de Eliz, diante de uma dor inexplicável e o reinicio da vida. A vontade de viver, só depende de um detalhe. 


Precisa querer

E somente você para depender deste detalhe.


*****





Minha nota

Um livro lindo e merecedor de 4/5.****


O cenário lindo, personagens fortes, com passado muito triste. Não atribui nota máxima, por ter trecho muito difícil de ler, pela dor.

É um livro muito, muito triste, mas, o gostoso da leitura é o amadurecimento dos personagens. 

E a lição de vida, tirada desta obra, é que não importa a sua dor, a FELICIDADE é para todos...  


Patrícia Brito

2 comentários:

  1. O livro parece ser bom, eu ainda não o conhecia... Parabéns pela resenha!

    Bom, vim aqui te avisar que eu criei uma tag literária lá no meu blog, e te indiquei para respondê-la. Beijos e espero que goste!
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito muito lindo e mega triste.
      Eu vou lá ver a Tag, muito muito obrigada por lembrar
      amei a visitinha,
      beijos

      Excluir


© BOLG DA MARY - 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: MARY DESGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo