Semana Escritor: #Partiu Vida Nova - Leila rego



ISBN-13: 9788582353158
ISBN-10: 8582353154
Ano: 2015 / Páginas: 302
Idioma: português 
Editora: Gutenberg


Como muitas garotas pobres do interior, Mariana também sonhava em se casar com um cara perfeito, ter uma casa arrumada e ser feliz “até que a morte os separe”. Mas o sonho dela parecia ter sido turbinado: ela ia se casar com Eduardo, médico, lindo, rico, cobiçado e divertido, ia morar em um superapartamento no melhor bairro da cidade, e nunca tinha se sentido mais feliz com seu vestido de noiva de marca e um guarda-roupa repleto de peças de grife que ela tanto valorizava. Depois de uma trabalheira maluca e da organização de todos os detalhes, o grande dia havia chegado. E, se dependesse dela, tudo sairia maravilhoso! Ela estava em seu quarto sozinha, terminando de se arrumar para a cerimônia, quando o noivo aparece de repente e diz que precisa conversar, pois não se sente pronto para casar. A imagem do casal em cima do bolo começa a desabar… O que aconteceu com Edu? Mari necessita de respostas, nada mais faz sentido. Agora, ela precisa ir atrás da verdade, nem que para isso tenha que descer do salto, arregaçar as mangas e fazer um longo caminho de volta, até conseguir finalmente começar a aproveitar a sua tão sonhada vida nova. 
Resenha:
"Até mesmo tragédias têm seu lado bom". (p.24)
O livro é uma nova versão "Pobre não tem vez", lançamento da autora em 2010. 














#Partiu Vida Nova é narrada por Mariana, portanto,  em primeira pessoa, o que deixa alguns leitores receosos, por ser uma leitura às vezes cansativa.

Começa rendo cenário como Prudente interior de São Paulo, depois avança para capital paulista. A Obra é dividido em três partes, inicialmente conta a história de Mariana e os motivos do noivo Eduardo ter desistido do casamento, bem no dia do evento religioso.
"Filha, as coisas mais importantes da vida não são as coisas, são as pessoas, os momentos que passam ao lado delas, nossos sentimentos e relações." (p. 52)
A segunda parte, conta a nova fase de vida da Mariana, na aventura de decidir e ir morar em São Paulo.

Nessas duas fase dois sentimentos encontram com a leitura, primeiro raiva do comportamento de Mariana, que encontra-se em uma fase fútil, banal, dando importância a valores e não sentimentos. Tem momentos o leitor terá vontade de surtar e dar uma sacudida em Mariana.
"Por que você tem 32 bolsas?" (p.51)
A segunda fase, é aquele momento de torcida, pela luta dela de ter que se virar na capital mais movimentada do país. E como ela rala; sofre; luta; desisti; recomeça; perde esperança; chora; chora; chora; enxuga as lágrimas em todas às vezes que sofre - recomeça.

É nessa fase que ela conhece a verdadeira palavra 

A-M-I-Z-A-D-E
"Você é futil sim.... julga os outros pela roupa que vestem... é uma mimada que não gosta de andar na terra ..." (p. 107)
Clara, ao contrário das outras amigas que ela idolatrava e que ao desfazer o casamento desaparecem. Clara acordou-a para vida, aconselhou, sofreu junta, animou amiga e sempre, sempre acreditando na competência, sabendo que essa fase era apenas um momento e que a Mariana ainda surpreenderia a todos.

Enquanto a fase ruim não passava, ela cria um blog, onde faz desse momento, momentos de desabafos para a chatice da vida. Com esse blog, novas amizades aparecem e aos poucos novos seguidores desabafam com ela. E Mariana começa a sentir um pouco importante.

Depois de muitas batalhas, de muito luta por emprego, depois longos meses desempregada. Mariana começa a ver uma luz.  Alguém acredita no seu potencial. Assim, um novo recomeçar embarca na sua vida profissional.
"Participei de tantos processos seletivos, que estou capacitada a exercer uma vaga de entrevistadora." (p.154)
E depois de quase 1 ano criando esperança, depois desesperança por conta da frieza do seu grande amor, ela decide dá novo rumo na sua vida amorosa. É ai que decide vida nova.
"... maturidade a gente só adquire errando, tropeçando, fazendo burrada. Como eu fiz." (p. 241)

Mas, a moral do livro inteiro é justamente: 

Nem sempre, ou melhor, nunca devemos confiar nos nossos planejamentos e decisões.
Somos pequenos diante da força superior. Nada nessa vida é por acaso.

"Eu iria a qualquer país em guerra do Oriente Médio se fosse preciso." (p. 285)

*****
Recomendo não desistir nas primeiras páginas. Pois, SIM, você terá momentos de raiva nos primeiros capítulos. Mas, no decorrer da leitura, tudo vai fazendo sentido, tudo tem uma explicação.

Nesse livro também tem viagem, bem do perfil da Leila, fazendo a leitura ficar gostosa. O surpreendente desta obra foi que o final, não se resumiu em um único capítulo. Ao contrário dos outros, ela foi desenvolvendo bem adesfecho, deixando  é claro!, apenas alguns assuntos e suspense para o final. 

Mas no geral, ela descreve a vida de Mariana com leveza e resolve cada situação no decorrer dos capítulos com muita sabedoria.

E o melhor.... HUMOR
"Willian Bonner casado com outra sem ser a Fátima Bernades." (p.221)
                                                                                      By:
Visite o site - Clique Aqui











Nenhum comentário:

Postar um comentário


© BOLG DA MARY - 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: MARY DESGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo