A Segunda Vez que te amei - Leila Rego


"O casal que resiste a dureza será feliz na fatura" (p. 23)


ISBN-13: 9788582351093
ISBN-10: 8582351097
Ano: 2013 

Páginas: 272
Idioma: português 
Editora: Gutenberg


SINOPSE

André e Juli pareciam ter nascido um para o outro. Depois de seis anos de casamento, e sendo também sócios em um restaurante, as coisas, porém, já não eram o conto de fadas do início. Na verdade, sentiam que estavam vivendo mesmo o lado mais sombrio da sua história.

Raquel e Alberto tinham a vida perfeita: empregos glamorosos, com rendimentos que permitiam um alto padrão de vida, um filho carinhoso e saudável, o apartamento dos sonhos, férias sempre inesquecíveis… mas um fato inusitado faria com que aquele castelo encantado estivesse prestes a ruir.

A vida, no entanto, traça caminhos inesperados. E o que parecia não ter saída de repente se transforma em uma encruzilhada, na qual André, Juli, Raquel e Alberto podem se encontrar e agarrar a nova chance para a felicidade, trazendo para suas vidas mais amor, paixão, emoção e companheirismo, e assim conseguir viver como sempre sonharam. Inclusive com final feliz!


RESENHA

"...todo relacionamento tem altos e baixos e que é preciso, além de amor, tolerância aos defeitos, criatividade na rotina e muito, muito diálogo"(p. 71)


Leitura esplêndida entre um amor do passado e um amor do presente. É triste quando demora de ler um livro que não poderia ter atrasado.

Ok! O motivo da demora foi especial, já que a autora do livro encerraria o quadro Semana Escritor 2015.

O livro tem uma diagramação linda, os capítulos são separados por nomes dos personagens. A leitura flui com velocidade.

A capa é uma das mais lindas que tenho na estante , penso, que o verdadeiro pretexto, é por apego a estória de Raquel e André.

A narração é em terceira pessoa, o que particularmente acomoda boa apreciação, já que narrativa em primeira, muitas vezes, fica massacrante. Leila conta a estória de Raquel, Alberto, André e Juli. Os dois casais passam por momentos delicados no casamento.

"O que aconteceu com ela? O que havia mudado? Quando ela se tornou uma estranha para ele?"(pág 15)
"...ai André, me desculpe, mas dança não vai rolar. Já jantamos, conversamos... você se incomoda se eu for me deitar e assistir televisão?" (p.31) 
"...Nunca te escondi nada. Nunca te iludi. Por que você fez isso comigo?" (p.35)

O mais atraente, são os temas que autora aborda, com seriedade e leveza. Enquanto um passa pela fase comodismo, o outro casal, passa pelo "feliz de aparência". Este casal que vive de aparência, não sabe disso, até que a esposa descobre um segredo,  desestruturando todo o histórico de vida a dois, construído até o momento.

O início, Leila Rego, apresenta o hábito de ambos os casais. 
Os casais apresenta uma vida bem estruturada, trabalham, são bem independentes. Enquanto um casal, estuda a possibilidade de ter um filho, o outro casal, já tem, o que complica muito, algumas decisões, quando o segredo é revelado.

Qualquer livro que encontra criança, a leitura fica mais festiva, o mundo lúdico nessa fase, faz a obra ficar divertida, leve, até mesmo quando a criança é problemática. Que não é o caso desta obra.

"Não é fácil dizer adeus. Não é simples deixar para trás algo bom e seguir com o coração, às vezes, partido e sangrando só porque é preciso continuar ..." (p. 106)

Outra parte de proeminência da leitura é a bela paisagem fantástica que o livro proporciona. Parques, passeio, viagens. Tudo sucede na cidade de São Paulo, mostrando o lado cultural e esportista da capital.

O ponto central da história é quando o caminho de Raquel e André acasala (isso não é spoiller, pois se encontra na sinopse). Amor fulminante de adolescente, separados por um pai rígido, com planos de fugas e juras de amor. André e Raquel refazem suas vidas... depois de anos... 
E, em um dia qualquer... esbarram.

Uma atração...
As lembranças...
O choque...
As indagações...
O se...

Tudo passa a fazer parte deste reencontro.

"Não acredito em destino... acredito em escolhas. E as consequências das nossas escolhas é o que traça nosso destino ou futuro". (p.112)

Leila Rego, consegue nos prender com essa linda estória de amor, com sua narrativa calma. Cada capítulo, uma aproximação maior, entretanto, os desafios da vida conjugal de ambos também crescem iniciando assim um suspense confortável.

Você terá momento de irritação com personagem, surpreender com a estória de outro, torcer por Raquel e André e não acreditar que no final do livro Leila Rego fez aquilo.

E nessa parte, você não lê...
Você devora o livro.

***


Uma leitura com saldo  positivo,  nota no skoob foi máxima. 

***** 5 estrelas.

Pois, leitura que envolve encontros, desencontros e reencontros, é o meu estilo de leitura preferida.

Sem falar que autora aborda um tema polêmico, com sabedoria, delicadeza e respeito. 








Patrícia Brito

Nenhum comentário:

Postar um comentário


© BOLG DA MARY - 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: MARY DESGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo