Mês das Crianças - A cadeira que queria ser sofá - Clovis Levi



Enquanto, a maioria dos blogs/vlogs estão com campanha e projetos de Terror, eu preferi fugir da mesmice  e dedicar meu blog ao mês das crianças.

Começando por hoje, um livro infantil super fofo que recebi.

O mês todo iremos falar do universo infantil com a leitura, seja ligado direto com a criança ou que tenha participação de alguma forma com o mundo infantil.

Vamos a primeira resenha infantil do blog.





ISBN-13: 9788563382238
ISBN-10: 8563382233
Ano: 2014 

Páginas: 107
Idioma: português 
Editora: Viajante do Tempo

lustrações:  Ana Biscaia 

SINOPSE


A cadeira que queria ser sofá - Nestes três contos, o autor procura fazer uma delicada abordagem sobre o tema morte, da perda, e da solidão associada. Trata-se de uma temática dolorosa, mas aborda sempre de uma maneira suave e às vezes até com humor. No primeiro conto, os decretos de um rei para proibir a morte, a velhice, o nascimento, enfim o tempo; no segundo, uma família de bombons, na qual o mais jovem membro vai vendo partir toda a sua família na ideia de que visitam o mundo, sem saber que o seu fim está próximo; no terceiro, a relação de uma cadeira com a sua dona original, os laços de amor que as unem, os seus desejos e a tristeza quando se vê abandonada a um canto por ser velha.

RESENHA:

Um livro com tema forte e adorável.

Adorável na linguagem;

Adorável nos desenhos;

Adorável na lições;

Adorável na delicadeza;

Simples e Adorável.


Recebi esse livro por meio da Valéria Martins, autora de  A pausa do tempo, que será o próximo livro parceiro a ser trabalhado.  Ela também trabalha na OASYS clica aqui para conhecer o trabalho de agenciamento e divulgação literária. 

A cadeira que queria ser sofá, é um livro de três contos, onde este que titula o livro é o último. 

A narração é sempre em terceira pessoa, e a leitura é super rápida. Apreciei em menos de uma hora. 

O primeiro conto: Espanto feliz


Narra um Imperador com alguns poderes. Esse imperador inconformado com a perda da filha, estipula vida eterna. Imagine o caos que vira.

O segundo Conto: O piano de calda


Fala de uma família de bombons musicais, que sempre esperam a sua vez de partir. (E como sofre um bombom em especial, muito sentimental)

O terceiro conto: A cadeira que queria ser sofá


Narra a cadeira que queria ser sofá; por ser muito velha e está abandonada pelos integrantes da casa, a cadeira não aceita ser abandonada. 

É o conto mais longo, onde conta um pouco a rotina não só da cadeira como de uma família um pouco cômica.




Realço a delicadeza de tratar o assunto e a criatividade imaginaria; Os desenhos.



RECOMENDO: Sim! Inclusive para os adultos. 




Sobre o Autor (informações cedida por Valéria)

Foto no facebook do escritor
para entrar no facebook do escritor, clica na foto.
Clovis Levi nasceu no Rio de Janeiro, em 1944. É escritor com mais dois livros infantojuvenis publicados: A cadeira que queria ser sofá e outros contos e Proibido pensar, ambos editados no Brasil pela Viajante do Tempo. O primeiro foi contemplado com o Prêmio Nacional de Ilustração de Portugal em 2012. Atua também no teatro como autor, encenador e professor. Escreveu as peças A fantástica aventura do devasso que virou santo, sobre Santo Agostinho, e Se chovesse, vocês estragavam todos, coautoria de Tânia Pacheco, que recebeu o Prêmio Governo Estado de São Paulo/Melhor Texto. Para a televisão, escreveu o seriado O Bem Amado, a minissérie DNA e as novelas Mandacaru e O Todo Poderoso. Em 2001, mudou-se para Portugal a convite da Universidade de Coimbra, a fim de criar e dirigir um curso superior em Teatro, com o que se ocupou ao longo da última década. Após se tornar avô, começou a escrever para crianças. Seus livros abordam temas delicados como morte, ditadura e homossexualidade na adolescência. Atualmente dá aulas de interpretação na Casa das Artes de Laranjeiras, no Rio de Janeiro. 


Essa é uma dica literária, mês das crianças. Mesmo com o tema muito forte, a linguagem é simples e vale muito conhecer e apreciar.

Até a próxima resenha.

Aviso: Mês de Outubro é também mês rosa e aniversário do blog. Então aguardem, vem algumas novidade e sorteio de dois kits (com muitos livros), afinal o aniversário é do blog, mas quem ganha é vocês.


Beijos


Um comentário:

  1. Começar o mês já com indicação de leitura é muito bom. Estou ansioso para as novidades que tu está falando, bem que podia sair uma já, tipo, hoje? kkkkkk

    Autor de A Página Certa
    www.laplacecavalcanti.com

    ResponderExcluir


© BOLG DA MARY - 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: MARY DESGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo