Obras Literárias - Maicon Tenfen



Quer conhecer um pouco  mais das obras literárias do escritor? 
Segue uma síntese com sinopse de cada uma, sendo que duas foram resenhadas aqui no blog. As sinopses foram retiradas do Skoob. Apreciem


1. Entre a Brisa e a Madrugada (novela, 1996) - La Ventana, Blumenau

O livro mostra a história de um prisioneiro, que, na noite, entre a brisa e a madrugada , conta a sua história para um companheiro de cela. É uma história densa e tensa, de um bandido produzido pela miséria de uma grande cidade, cuja única coisa luminosa, na vida, é a existência de uma afilhadinha, por quem ele nutre grande ternura. 

2. Um Cadáver na Banheira (romance, 1997) - La Ventana, Blumenau (Resenha no blog -  clica na foto)



3. O Segredo da Montanha (romance, 1998) - Franco, Juiz de Fora.

Engendrar uma trama diabólica para explicar o incêndio do Morro Spitskopf, de Blumenau, em 95, deixa bem evidente a capacidade de criação da ficção partindo da realidade. O autor de "O Segredo da Montanha" saiu-se muito bem, criando uma história fantástica em cima de uma referência local, uma aventura tão terrível que nos faz pensar se isto não poderia acontecer realmente. Até porque grupos como o que ele imaginou, não iguais, mas com a mesma perigosa ideologia - ou fanatismo - já apareceram e existem pelo mundo, atualmente. Outra marca registrada nesta novela de aventura é o romantismo presente na narrativa do autor, Maicon Tenfen. Uma história densa e forte, onde se misturam dois extremos da raça humana. A mesma força encontrei ao ler "Entre a Brisa e a Madrugada", ainda que sem o romantismo da novela anterior, pois nem cabia: a história se passa no submundo do crime e da miséria, onde a violência e a desumanidade imperam. Obras que prendem a leitura e que fazem pensar. A única coisa que faltou, talvez, em "Entre a Brisa..." foi um glossário, pois como quem narra a história é um bandido, o autor foi a fundo na pesquisa do vocabulário usado no meio e, dessa maneira, muitas palavras nos são desconhecidas. Outros livros do autor que estão sendo lançados pela Hemisfério Sul: "Um Cadáver na Banheira" - novela, e "O Impostor" - contos de suspense e ação. Maicon é de Ituporanga, SC, nascido no dia 31 de dezembro de 1996. São vários livros já publicados, alguns em segunda edição e seu público é principalmente o público jovem. (Por Luiz Carlos Amorim)


4. O Impostor (contos, 1999) - La Ventana, Blumenau

Ação, suspense, terror e fantasia. Dez contos que exploram os mais variados gêneros da literatura.

5. O Filho do Feliciano (romance, 2000) EdUFSC, Florianópolis


Contando uma história que oscila entre o lógico e o aparentemente absurdo, Maicon demonstra a capacidade de articulação de um enredo interessante com o estrangulamento de nossa cultura urbana e regional; é uma história engraçada e bem narrada, ambientada numa cidade fictícia chamada Freijó, que está submetida a Benedito Feliciano ou Tito Feliciano, patrono da justiça freijoense.




6. Mistérios, mentiras e trovões (contos, 2002) La Ventana, Blumenau.

Prepare-se para conhecer Bocaina e seus incríveis habitantes. Seis contos que aos poucos se transformam numa pequena novela de suspense. Raios, intrigas, chuva e... um final inesperado. 

7. Mania de Grandeza (crônicas, 2005) Starke, Blumenau
São 36 crônicas originalmente publicadas no Diário Catarinense, de Florianópolis. 



8. A Culpa é do Mordomo (crônicas, 2006) Starke, Blumenau

Livro com uma seleção de crônicas de Maicon Tenfen, expondo a universalidade dos temas e das personagens presentes em seus textos. 



9. Breve Estudo Sobre o Foco Narrativo (ensaio, 2008) EdiFURB, Blumenau.


Resultado da união da sua prática de leitor e escritor e das investigações que realizou no programa de doutorado da Universidade Federal de Santa Catarina (2002-2006), este Breve Estudo Sobre o Foco Narrativo apresenta e discute um dos componentes essenciais da arte de contar histórias por escrito. Aplicando as teorias de Norman Friedman, Wayne Booth e Oscar Tacca a obras de escritores como Erico Veríssimo e Mario Vargas Llosa, o autor procura esclarecer os processos relacionados ao ponto de vista e o modo como condicionam a elaboração do texto literário. Livro indicado não apenas aos teóricos da literatura, mas, sobretudo, a quem deseja escrever seus próprios contos e romances. 


10. Casa Velha Night Club (contos, 2009) La Ventana, Blumenau


Um escritor procura se livrar do personagem que ofusca sua carreira literária. Um fanático religioso sai à noite para realizar uma estranha e inominada missão. Um professor universitário procura uma garota de programa e sofre as consequências de uma perversa chantagem sexual. Esses são alguns dos contos que Maicon Tenfen apresenta em seu novo livro, Casa Velha Night Club. Mistério, suspense e ação em textos que nunca subestimam a inteligência do leitor.


11. A Galeria Wilson (romance, 2010) Gryphus, Rio de Janeiro

A Galeria Wilson é o mais novo livro do escritor catarinense Maicon Tenfen e o primeiro do autor lançado pela Gryphus Editora.



Tenfen cria em sua prosa um personagem inesquecível e complexo. Apaixonado pela mulher, Marco Antônio Florestan é o típico empresário poderoso: à beira da meia-idade, arrogante e que trata a todos com desdém. Resumindo: um crápula. No entanto, ele enfrenta problemas: sua mulher, jovem e bela que desapareceu sem deixar vestígios. Em sua busca para encontrá-la, Marco Antônio se depara com pistas deixadas num romance feminino, nas pegadas de um lagarto gigante e numa galeria abandonada aos mendigos e toda sorte de estranhos habitantes.


Ao voltar à mansão em que moravam, onde a mulher passou a se esconder com seus livros, encontra apenas um romance deixado de lado: Ciranda de paixões, um livro com duas histórias cuja autora é uma tal de Susan Smith. Desesperado, o empresário reluta em ler aquilo que sempre desprezou e do qual sempre debochou. Mas não encontra saída: para entender o que aconteceu, era preciso entendê-la e isso o levava a buscar no livro o que tanto a atraía.

A cada página, Marco Antônio se vê envolvido pela prosa magnética de Susan Smith. As histórias incompletas – com as páginas arrancadas - interrompem sua busca por pistas, mas agora é impossível parar.



12. O Homem que Pronominava (crônicas, 2010) La Ventana, Blumenau


" Mal Maicon Tenfen completara duas semanas como colunista do Jornal de Santa Catarina, tocou o telefone pela manhã:

- Edgar, estou jogando a toalha.

Em duas horas de conversa, Maicon agradeceu, mas estava decidido: abria mão da coluna. Dizia-se incompreendido pelos leitores do jornal, a quem acusava de interpretarem de modo equivocado o que escrevia.

Não sei de onde tirei forças para demovê-lo:
- Com o tempo os leitores se acostumam e vão te entender, Maicon - ponderei.
O tempo foi passando e cada nova coluna produzia em nós, editores, duas reações: alegria e preocupação. Alegria com a coragem das opiniões de Maicon Tenfen, arrombando portas tidas até então como inexpugnáveis ao jornal. Preocupação com a paixão do colunista pela provocação, em especial sua guerra contra o que ele chama de blumenauense fundamental - um tipo materialista a quem atribui todos os males da cidade, à exceção do fraco por mostarda escura.
O fato é que, com pesado dedilhar de palavras, Maicon Tenfen abriu um novo caminho de leitura no Santa. Gostem ou não, riam ou não, concordem ou não, é preciso lê-lo. Hoje, no entanto, ao vislumbrar o abismo entre as opiniões do colunista e o senso comum, admito uma falha em minha previsão: os leitores se acostumaram, sim, a Maicon Tenfen.
Mas tenho dúvidas se todos o entenderam.

Edgar Gonçalves Jr. - Editor-chefe do Jornal de Santa Catarina" 


13. O conto do Cão Paladino (novela, 2012) EdiFURB, Blumenau

14. Ler é uma droga! (crônicas, 2012) EdiFURB, Blumenau

Os textos selecionados para este livro, dentre os publicados no Jornal de Santa Catarina e no Diário Catarinense entre 2007 e 2011, não perdem oportunidade de provocar. Sendo o assunto a namorada chinesa de Luís de Camões, a nova onda de escritores franceses no mercado literário nacional ou a dura vida de um romancista no Brasil, no fundo está sempre presente a irremediável mania do autor de discutir a literatura como manifestação do que somos, e não meramente do que queremos ser. Daí o prazeroso desconforto proporcionado ao leitor. Com a linguagem leve de um caderno de variedades, os textos aqui reunidos divertem, mas também irritam. Contextualizam, e às vezes complicam. Convidam o leitor a imergir no mundo da literatura sem esquecer que ela se alimenta do mundo lá fora, antes de alimentá-lo. Afinal, como Tenfen conclui, não dá para discutir literatura sem antes discutir política e sociedade.

15. Canil para Cachorro Louco (novela, 2012) Gryphus, Rio de Janeiro.

A vida de um professor universitário de meia idade obcecado por detalhes e pelo dever cumprido, que não se permitia sequer um gracejo com as secretárias jovens e atraentes. Seu quotidiano se limitava às idas e vindas entre o trabalho e a casa onde, ao final do dia, encontrava sua esposa Irene, mulher simplória e acomodada. Seu sonho pequeno-burguês se limitava a comprar um apartamento de praia para usufruir na sua aposentadoria, após mais de 30 anos lecionando. 

Mas um dia, com o cancelamento das aulas daquela manhã, toma coragem e ousa alterar a sua rotina. A partir daí uma sucessão de acontecimentos inesperados muda a vida do Professor Genésio Campanelli para sempre. Em ritmo alucinante, a outrora vida pacata do Professor transforma-se em um thriller. E, numa vertigem, o impossível começa a acontecer, até o seu final surpreendente. 

Canil para cachorro louco captura a nossa atenção e curiosidade do começo ao fim - e reafirma o estilo do autor marcado por grande intensidade e suspense. Esta é a segunda obra de Maicon Tenfen publicada pela Gryphus Editora. Editora Gryphus clica aqui

16. A Máscara Ridente - sob o pseudônimo de Susan Smith (novela, 2013) Gryphus, Rio de Janeiro

Uma máscara, um espelho, um frasco de perfume. É com esses elementos que Susan Smith dá início à mais ambiciosa de suas novelas. Tudo muda na vida de uma personagem anônima quando, num desafio lançado a si mesma, decide ocultar-se atrás da máscara ridente do título e atirar-se a uma jornada de sonho, delírio, luxúria e sedução.

"Só as prostitutas são felizes", pensa. "São as únicas que podem entregar o corpo e preservar a alma". O que aconteceria se uma esposa sexualmente frustrada assumisse a fantasia de uma caçadora disposta a enfrentar os perigos e armadilhas do prazer?

É o desejo de responder a essa pergunta que leva a personagem a um mergulho no submundo de seu próprio eu, onde o passado vem à tona de repente, e o futuro, cheio de sombras e desilusões, descortina-se numa sucessão de acontecimentos inesperados. Será que precisamos abandonar a nossa identidade para descobrir quem realmente somos? Eis a questão que Susan Smith propõe com A máscara ridente, narrativa em que o sexo, mais do que um fim, é apenas o princípio de transformações cujas consequências serão drásticas... e irreversíveis. (
Editora Gryphus clica aqui)

17. Quissama - O Império dos Capoeiras (romance, 2014) Biruta, São Paulo.

Resenha no blog - clica na foto


Quissama é uma obra que virou jogo, mas para todos apreciarem este jogo precisa de uma pequena participação de nós leitores. Vejam este vídeo para mais detalhe,




Para os interessados em participar deste projeto, clica aqui: https://www.catarse.me/pt/quissama

Maicon Tenfen tem ainda  duas obras para serem laçados, que são:
  • Proco Harum (contos, 2015) Gryphus, Rio de Janeiro
  • O Filho do Capitão Trovão (infantil, 2016) Biruta, São Paulo
Quer rever como foi  a Semana Maicon Tenfen Clica Aqui 
Para saber mais do escritor, acompanhe o canal Literatus TV, no YouTube Clica Aqui.

Agradeço ao Escritor  Maicon Tenfen pela paciência e crédito com o blog. Espero poder resenhar muitos outros livros de sua autoria.

Semana Escritor (Clica Aquide Agosto encerra por aqui, retornando mês que vem, com mais um super escritor. 
Aguardem!

Enquanto isso, ainda pode participar do sorteio do livro Quissama, que por motivos mais uma vez de viagem (adoro), será estendido.  Clica Aqui para participar. 


2 comentários:

  1. Paty, acredita que não conhecia o autor? E com tantas obras publicadas! Fiquei bastante interessada nos livros Breve Estudo Sobre o Foco Narrativo e Ler é uma Droga. Adorei conhecê-lo, espero um dia poder ler suas obras.

    Beijo.
    livrosdawis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nem te conto o mico que paguei com este escritor no primeiro contato,... resumindo... ele me apresentou o livro Quissama, e como acompanho o canal Literatus TV, já sábia que ele é escritor, mas não com essa carga " falei que não conhecia seu trabalho" e ele falou que tem mais de 20 anos de carreira e só agora estava dando vôos maiores.
      Imagine minha cara!? kkkkk Traumatizei... pedi mil desculpas depois kkkkk

      Mas então.... os dois livros que apreciei eu amei...e esses dois que você mencionou estou louca para ler também, até por retornar aos estudos e estar cursando Letras.... breve invisto neles...

      beijos

      Excluir


© BOLG DA MARY - 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: MARY DESGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo