Diga que me quer - TMartins


Bem me quer ou mal me quer só não me queira assim pela metade, saiba que tomo isso como um insulto, ouviu?! Pode me querer até devagarinho com aquela calma que só os bem resolvidos possuem, mas não seja calmo demais; ora, todos sabem que os apaixonados se movem como o kamikaze, se ficar assim enrolando vai me confundir. Vão começar a surgir varias perguntas em minha cabeça cheia de caraminholas. Não queria isso. Confia em mim. Queira-me assim, com o temperamento desajustado, tiques nervosos, chorosa ou soluçando de tanto sorrir. Queira minha loucura, meu sono, meus gemidos. Queira senta-se e tomar algumas xícaras de café, entre uma conversa e um beijo dou-te, também, afagos para que você queira enfim ficar, mas, principalmente, queira permanecer.

Queira-me bem e ao mesmo tempo tire meu sossego, me queira aos sábados de manhãzinha até – no mínimo - os domingos à noitinha; vamos matar nosso tédio falando mal da programação aberta. Faço brigadeiro de panela e tento tomar da sua vitamina máscula, que claramente vai me dar azia. Queira-me apresentar aos seus amigos como se eu fosse realmente especial. Queira conhecer meus parentes chatos e se sentir acuado de tantas perguntas. De vez em quando queira tentar consertar algum eletrodoméstico, mesmo não entendendo nada de mecânica, só para mostra-se alfa. Homem tem dessas coisas e eu nem gostava daquele liquidificador que você tentou ajustar... Queira ser o motivo para eu esquecer todos os outros que por aqui passaram e não fizeram moradia, me convença que desta vez meu cupido tonto acertou em cheio, mas, principalmente, queira que eu seja tua.

Queira ser acordado as seis da matina com o barulho do secador e se irrite, pois não suporto gente perfeitamente equilibrada; logo você vai perceber isso, por favor, não fique com medo. Atrapalhe o meu banho, invada o meu corpo e nos meus ouvidos sussurre que você me quer, porque eu te quero também feito o refrão do Nando Reis e os Infernais a gente finge que é só nosso. Depois diga que me quer por inteira, que metade já não basta. Mas, principalmente, queira ser meu até quando não mais me quiser...

TMartins

Nenhum comentário:

Postar um comentário


© BOLG DA MARY - 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: MARY DESGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo