A Escolhida - Amanda Aghata Costa - Clube Entre Leituras


Primeiro Banner


Resenha do primeiro livro trabalhado no clube Entre Leituras, um clube em parceria com o blog Entre um livro e outro da querida Anya Carvalho.

Foram dois livros trabalhados.  Este:


Não consegui apreciar a leitura a tempo. Mas ainda irei ler e resenhar aqui no blog. Pois indicação da Anya é super bem vinda.

O livro também trabalhado e que eu apreciei a leitura foi A Escolhida. Segue a resenha.

***


ISBN-13: 9788591916207
ISBN-10: 8591916204
Ano: 2015 

Páginas: 360
Idioma: português 
Editora: Independente


SINOPSE

A Escolhida - Em uma cidade repleta de pessoas desconhecidas, Ari poderia ser apenas mais uma garota dispersa na multidão, como tantas outras que foram abandonadas pelos pais desde a infância. Devido à sua aparente doçura e beleza, ninguém seria capaz de supor que, além de um anjo, ela também é um demônio com sede de poder. Os espertos deveriam manter-se distantes, mas há olhares que não deixam de admirá-la. Egran não desperdiçaria a chance de apoderar-se de habilidades tão interessantes: ela é a escolha perfeita. Entretanto, nem todos se sentem realizados. O círculo seria um refúgio ideal para os demais feiticeiros, se o próprio líder não os tratasse como marionetes descartáveis. Movidos pelo medo e controlados pelo mestre, os componentes do grupo obedecem, sem pestanejar, às ordens recebidas. Ao se ver arrastada para lá, Ari se encontra diante de situações improváveis, arriscando-se a expor mais do que gostaria. Para ela, sentir é algo que sempre esteve fora de seus limites. Não poderia vivenciar qualquer forma de emoção, esta era a promessa. Até que Luke surge em seu caminho e abala as estruturas congeladas, derretendo-as e modelando novos conceitos. O amor realmente fará brotar a alegria? Ou irá arrastá-la diretamente para a morte? O passado obscuro de Ari será o suficiente para fazê-la estilhaçar de uma vez por todas, não restando oportunidades para uma nova tentativa de se isolar do mundo.


RESENHA



O livro é uma deliciosa e assustadora surpresa neste universo literário.
É narrado em  primeira pessoa e por Ariali, ou melhor Ari. 

Inicia narrando a amizade de Ari e Lina. Essa amizade você só entenderá no decorrer da leitura.

O livro é um verdadeiro mistério com suas frases que são verdadeiras lições.



Ou mesmo aquelas assustadoras



Com essa delicada frase, o leitor pressente, como será  a leitura desta obra. Mas não se acanhe com este detalhe, pois o livro tem grandes surpresas e monotonia não combina com A Escolhida.

Ari é uma personagem forte, má e boa, delicada e fria, determinada e corajosa. Por não acreditar que não existe nada de bom na sua alma e vida, ela acaba adotando o mal como sobrevivência e estilo de vida. Mas a verdade é que Ari é simplesmente doce e carente.

Ari foi abandonada pelos pais quando criança e mesmo quando a Lina entra em sua vida, com bons ensinamentos, isso não a impede de ficar uma pessoa fria e solitária, com prazer de tirar vida de pessoas, tem sede de sangue.

A protagonista anda com sua flecha inseparável e sua vida muda completamente quando dois magos Edlun e Luke praticamente a "sequestram"  para o mundo "Círculos"

Esse mundo é na verdade uma comunidade onde vivem outros magos. Um deles é prepotente e transformou o lugar até então bom, em seus desejos particulares, tornando um local sombrio, onde suas vontades são realizadas.

E o motivo de raptar Ari é justamente para o poderoso chefão usufruir dos seus poderes. Após a chegada de Ari neste mundo, após altos e baixos de sentimentos, a leitura começa a engrenar de uma forma fugaz, com muitos mistérios, revelações. Novos sentimentos surgem em Ari, fazendo descobrir que nem sempre o mal é sua personalidade.

Sentimentos que Ari nunca vivenciou, ela passa a conhecer, fazendo ela refletir sobre sua vida. E mesmo com as dificuldades encontrada, e o mal ainda tentando prevalecer, a descoberta do bem cresce.




Personagens paralelos aparecem para engradecer a vida de Ari, mas nada comparável ao fofo do Luke, o jovem que acredita nas reais mudança de Ari e tem como sua única irmã a sua família. 


Luke a protege ao mesmo tempo que afasta de Ari, tudo isso por motivo simples, existe uma forte atração entre os dois, mas esse sentimento é proibido nessa comunidade "Círculos". E é neste clima que o livro faz a leitura fluir, com muito mistério e surpresas. Com o fim sem fim, por ser trilogia, o livro encerra deixando um gostinho de quero mais. 

Isso é uma tortura para o leitor!





RECOMENDO: Sim! Mesmo não sendo meu estilo. É uma leitura cheio de mistérios, fantasias e que no fundo deixa você leitor a refletir sobre sentimentos desconhecidos e até que ponto o mal ou bem prevalece. A escrita é super tranquila e gostosa de ser lida. Deixo os parabéns para Amanda, pois iniciou a carreira de escritora super bem. Sucesso para ti.




Amanda Ághata Costa nasceu em 21 de Outubro de 1993, numa pacata cidade do interior de Santa Catarina. Estudante de Pedagogia e amante das palavras desde a infância, jamais imaginou que um dia sua voz seria ouvida. Com papel e caneta em mãos, espera poder tocar as pessoas com suas histórias, fazendo-as vibrar e amar cada fragmento das mesmas. De todas as coisas do universo, se aventurar nos mares da fantasia é sua maior paixão. A trilogia A Escolhida é seu romance de estreia. 






Um comentário:

  1. Amo de paixão esse tipo de gênero. É raro um livro me fazer ter vontade de ler-lo logo de cara.
    Amanda arrasou quando escreveu "A Escolhida". Parabéns a escritora e a você Paty, por ter apresentado a obra.
    Paty, seria legal se você colocasse em alguns resenhas o link de compra de certos livros, tipo esse! :-D

    Beijos e Abraços,
    Estefania Cristina
    http://escritoraestefaniacristina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir


© BOLG DA MARY - 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: MARY DESGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo