O garoto dos olhos azuis - Raiza Varella - Semana Escritor



Autora: Raiza Varella

Ano: 2014 / 
Páginas: 352

Idioma: português 

Editora: Pandorga


SINOPSE


O Garoto dos Olhos Azuis - O príncipe encantado existe?



Bárbara é linda, loira e bem-sucedida. Desde que assistiu a uma cerimônia de casamento pela primeira vez, ainda criança, seu sonho é apenas um: percorrer o tapete vermelho da igreja, vestida de noiva. Porém, contrariando todas as suas expectativas, ao ser abandonada no altar, a vida de Bárbara desmorona. Ela decide voltar à cidade natal e passa a viver com os irmãos e mais dois amigos. Todos homens. Com a ajuda de Vivian, uma espécie de Barbie Malibu, Bárbara tenta superar sua decepção amorosa recente e uma da adolescência, que volta com tudo à sua memória: o garoto dos olhos azuis. Será que o cavalo branco só passa uma vez? É isso que Bárbara vai descobrir com bom humor, jogo de cintura e uma pitada de neurose, em O Garoto dos Olhos Azuis, romance de estreia de Raiza Varella.



RESENHA

O livro é narrado em primeira pessoa. A maioria dos capítulos por Bárbara, mas teremos o prazer de ver Ian narrando também, expondo seus melhores e confusos sentimentos.

A história inicia com o casamento fracassado de Bárbara. Logo no primeiro capítulo expõe a personalidade de alguns personagens.

Bárbara tem uma família, digamos, estilo “Buscapé”. Explico: Uma família bem barulhenta, que estão sempre juntos, seja com: as brigas, para defender,  na alegria, na tristeza. Ela também tem a avó mais fofa, divertida, amorosa. E por causa das histórias da avó que ela sonha com o casamento e com o rapaz no cavalo branco, sua avó explica que o rapaz do cavalo branco só passa uma vez na sua vida, com isso Bárbara cresce com essa história na mente e no coração. 
A história tem uma dupla do barulho; Augusto e Gustavo, irmãos de Bárbara, um é mais durão, o outro mais tranquilo e atencioso.

E por ter uma família buscapé, a personalidade da Bárbara não poderia ser diferente. Ela é bem atrapalhada, as suas decisões são assumidas pelo impulso dos sentimentos, o que às vezes causa grandes aventuras e boas risadas.

Depois da desilusão amorosa, de ter seu sonho de um lindo casamento ser fracassado, e com total decepção referente à amizade, Bárbara resolve sair de São Paulo e retornar para sua cidade Natal, Garopaba, mas ela passa pouco tempo por lá, especificamente nas casas dos pais, estranhando o amor da mãe fazendo-a seguir para casa dos irmãos em Florianópolis.


E nesse novo lar, Bárbara viverá altas aventuras, a partir dessa mudança é que o livro evolui. No apartamento são quatro garotos, os irmãos Augusto e Gustavo, os amigos Ian e Bernardo, dois médicos, um advogado e arquiteto. Quando ela chega, Bárbara esperava uma casa muito bagunçada, mas se espanta ao encontrar uma casa muito organizada, limpa e com flores no seu quarto.

Não demora muito e Bárbara começa a fazer amizades. Ian é o primeiro, e Vivian irmã do Ian logo em seguida, mas na frente ela reencontra os irmãos e conhece o Bernardo. A amizade é imediata.



Bárbara vive novas aventuras, amizades novas, emprego novo, chefe novo e nesse meio ainda descobre que o ex vai casar e para seu espanto em pouco tempo. Ao descobrir ela opta por uma decisão que bagunça a vida toda dos garotos, amigos e companheiros de apartamento. Mas é o Ian que vai resgatá-la e após esse resgate a amizade que já estava estreita, começa a ficar mais próxima ainda.


A história é cativante, emocionante e o melhor, oferece desde o início, muitas risadas, pois a Bárbara tem humor e é impulsiva, deixando os quatro garotos de cabelos em pé o tempo todo.
À medida que Ian e Bárbara ficam mais próximos, novos sentimentos surgem e os dois não consegue mais esconder. Novas circustâncias acontecem com Bárbara. E toda sua vida que já estava começando a se ajustar, volta a ficar confusa.

É emoção do início ao fim, pois novas peripécias começam a surgir e novas decisões. Bárbara tenta afastar de Ian, mas ele decide não arredar, o que trás novas e fortes emoções.

O garoto dos olhos azuis não é um livro que você encontra frases perfeitas ou chamativas, mas é uma história que nos eleva em pensamentos, de como a vida é frágil, sensível e de como o ser humano é fraco. Tem uma cena do livro que mostra bem isso, na reta final, quando Miguel e sua esposa a procuram para tratar do assunto. O comportamento inesperado é surpreendente e chocante. E resulta em ...

***
O capricho de cada Capítulo









Todos os capítulos iniciam com frases de famosos ou anônimos. 


É uma leitura gratificante, livro caprichado.  As frases que iniciam cada capítulo. O enredo, os personagens. De como a autora tratou um assunto triste, de superação com leveza e humor. A juventude no livro, não são pelos jovens que dividem o apartamento, mas pela vovó e os pais dos protagonistas. O espirito do livro é jovial, deixando uma leitura deliciosa.

                                                                                                                     BY: 
www.patriciabritto.com






Um comentário:

  1. Oh Paty! Você sempre me deixando com vontade de ler os livros que resenha! kk. Que livro lindo! *-* Embora pareça ser imensamente engraçado, parece ser também daqueles em que a gente se apega aos personagens e nos emocionamos com a história. Amo histórias de recomeço, mas confesso que sou daquelas que guarda ressentimento, e espera a bela virada da mocinha. Mas e esse Ian?? Esse nome... Acho que preciso dar uma chance para esse livro! kk.Parabéns pela resenha, ficou lindaa! *o*
    Mil beijos linda ^ ^
    entreumlivroe-outro.blogspot.com

    ResponderExcluir


© BOLG DA MARY - 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: MARY DESGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo