Semana Laplace - Entrevista 1




Conhecendo um pouco do escritor Laplace Cavalcanti, nessa primeira parte da entrevista que ele concedeu ao blog Leituras Plus, contou um pouco dos seus gostos literários. Uma entrevista rica e inspiradora. A seguir.



1. Antes de conhecê-lo com escritor, o blog Leituras Plus gostaria de o escritor como leitor. Qual idade iniciou seu amor por leitura? E qual livro foi o maior incentivador dessa jornada?

Meu amor pela leitura começou por volta dos 15-16 anos, quando li O Código da Vinci do Dan Brown. Foi o primeiro livro que li por conta própria, sem ser por indicação do colégio. Mas quando entrei na faculdade eu parei de ler, porque foquei em ler apenas livros relacionados ao curso de Administração, e só retomei o amor pela leitura aos 22 anos com o livro Jogando Xadrez com os Anjos da autora Fabiane Ribeiro.



2. Qual seu gosto literário? E qual tipo de leitura você não aprecia?

Minha leitura favorita é a distopia, como Silo e Jogos Vorazes. E eu não aprecio literatura HOT ou de terror, mas confesso que pretendo ler Os Três da Sarah Lotz, que fiquei curioso após ouvir falarem muito bem do livro.


3. Um livro você contempla a leitura infinita vezes e emociona toda a vez que reler?

Eu nunca li um livro mais de uma vez, mas um que certamente irei ler é a trilogia Jogos Vorazes da Suzanne Collins, quando eu adquirir a trilogia na edição Foil, que é um sonho de consumo literário meu.

4. Algum livro você apreciou a leitura empolgado e decepcionou?

Sim, aconteceu com o livro The 100 – Os Escolhidos da Kass Morgan. Não que a obra seja ruim, ela é muito boa, mas eu comecei a acompanhar a série antes de ler o livro e, por incrível que pareça, achei a adaptação melhor que a obra original. Sei que devemos separar as duas coisas, mas foi difícil me habituar com os personagens do livro, porque para mim na série eles foram melhores desenvolvidos, e também na série as reviravoltas na trama são mais constantes que no livro.


5. Já chegou a abandonar alguma leitura?

Abandonei duas, que eu lembre. A primeira foi Praticamente Inofensiva, do Douglas Adams, que abandonei em 2005 e resolvi esse ano dar outra chance e ver se consigo finalizá-la. E a segunda foi o primeiro volume de As Crônicas do Gelo e Fogo do George Martin — e eu sei que vão querer me matar por eu dizer que abandonei esse livro.

6. Dos novos escritores da atualidade e dos consagrados, quem você apreciou a leitura e tornou-se inesquecível? 

Dos novos eu cito Cristiane Broca (autora de Cinco Anos) — com quem até hoje me divirto brigando sobre os personagens de seu livro, embora faça mais de 2 anos que li a obra —, e o Renan Carvalho (autor de SUPERNOVA – O ENCANTADOR DE FLECHAS). Dos consagrados eu li muito pouco, vou citar Lycia Barros (autora da trilogia Uma Herança de Amor e A Bandeja) e Hugh Howey (autor de Silo) que, embora não estejam no mercado há tanto tempo, já conquistaram muita coisa nesse curto período de suas carreiras como escritores.



4 comentários:

  1. Gostei muito disso do blog explorar o lado leitor dos escritores que participam da semana especial. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma forma que nós fãs, leitores e seguidores sentimos um pouco próximo do escritor. É uma parte da semana que tenho um carinho especial. Obrigada pelo carinho e confiança desde o início com este blog. Saiba que você é especial para este blog. Abraços!

      Excluir
  2. Hey Patrícia! Você sabe como deixar as pessoas curiosas sobre um autor e suas obras! rsrs. A entrevista está demais. E é tão legal ver esse lado leitor dos escritores! Me vi na resposta do autor para a questão quatro. Estava tão, - Pense em alguém que estava realmente empolgada? Era eu! - empolgada para ler "The 100 - Os Escolhidos" que quando comecei a leitura levei literalmente um susto! Não porque o livro seja ruim. Mas é tão diferente da série televisiva! Nem dá pra reconhecer. Comecei assistindo a série de televisão, mas como sempre, esperei que o livro fosse melhor. Me enganei! E o pior, é que depois de ter me apegado a um personagem em particular na série, descobri que ele é justamente o que vai morrer! Desisti da série de televisão também. Tenho o coração mole, e não estou disposta a sofrer de novo com séries de televisão! Minhas experiências com elas é bem amarga! kkkk. Bjokas linda!
    entreumlivroe-outro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Flor! Essa parte da entrevista é a que mais amo, é o momento que sentimos os escritores mais próximos. Eu amei as respostas de Laplace, ele é especial para este blog. E conhecer um pouco dos seus gostos e desgostos literários é único. E fico muito feliz que você também tenha se divertido com essa entrevista. Assim, como o escritor você também é especial aqui. Beijos!

      Excluir


© BOLG DA MARY - 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: MARY DESGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo