Semana Estefania Cristina - Pétalas de Sangue



SBN: B00YER6QP8
Ano: 2015 

Páginas: 307
Idioma: português 
Editora: Clube de Autores

SINOPSE
Pétalas de Sangue - "Meu nome é Adrian Colper, representante da Empresa MaxLouger... Não devemos esperar que as pessoas acreditem em nosso potencial, por que isso não ira ocorrer."

"Confesso que já me acostumei com os elevadores, quando vi o primeiro degrau daquele lugar em ruínas fiquei desmotivado.
A escada de madeira estava em péssimas condições à pintura creme na parede desbotada. Cada andar tinha em media de quatro quartos e em alguns momentos eu ouvia os gemidos invadindo o corredor.
Isso me faz pensar que depois de muito tempo, paguei por um pernoite no motel e pelo que vejo não vou transar."
“_ O que você quer Sancler? Me diz! Você sabe que eu largaria tudo por você. Eu faria qualquer coisa que me pedisse. -Ela olhou para a lado vendo seu reflexo na bancada e me ignorou.
_ Eu sinto muito! -Sua voz baixa se perdia com o Jazz ao fundo e mais uma vez percebi que era um tolo em dar atenção a ela.
_ Eu também sinto! -Dei as costas, deixando ao seu lado qualquer sentimento que pudesse me puxar para trás.”
"Me silenciei. Mas, pelo visto eu já estava fora de Manhattan não ouvia os zunidos e buzinas pulsantes da cidade. Há quanto tempo eu devo esta desacordada?"
*
Um romance proibido envolto em mistérios é uma atração fatal.
Uma onda de crimes assola Manhattan sem pistas concretas só tendo como verdade uma certeza que o perigo mora ao lado e que todos somos uma vitima em potencial.
Um universo repleto de mentiras e luxuria aonde o poder se torna algo indispensável para a sobrevivência.
Quando o passado e o presente resolvem se chocar as mascaras começam a cair e a verdade se revelar.


RESENHA

A história é narrado em primeira pessoa, especialmente pelo Adrian. Conta a história de Adrian e Sancler. Os dois trabalham na mesma empresa, uma exportadora de Minério, chamada Max inicialmente e depois MaxLouge.

Paralelo aos dois, existem outros personagens, como a família de ambos, o presidente da corporação Edgar Monteiro e o Advogado que entra depois de alguns capítulos.

Começa a leitura com Adrian expondo seu talento sensual. E Sancler na sua rotina administrativa da empresa. Em seguida, acontece uma festa onde um dos integrantes da empresa é promovido e a união da empresa Max com In The Blue, transformando em uma corporação maior, onde produzem, exportam e transformam suas Jóias em um excelente produto final.

Sancler namora com o médico Humberto. Com a vida de médico, cheio de plantões eles acabam obtendo uma relação amorosa distante, de pouco envolvimento. Mas Sancler é grata a Humberto por salvar e por ajudá-la a refazer a sua nova vida. Por conta disso, entende-se que ela não tem coragem de colocar um ponto final na relação. 

Antes de conhecer Humberto, Sancler tinha uma vida familiar aparentemente normal, após sofrer um acidente, surpreendentemente a sua família desaparece, não à visita. Fazendo-a cultivar rancor e também não procurá-los. Assim ela tenta recomeçar sua vida, na cidade onde o médico Humberto socorreu-a. 

Sancler tem uma personalidade doce sem ser submissa. 

Já Adrian, ele  mora há alguns andares abaixo do apartamento de sua mãe. A mãe se chama Jeane e tem 58 anos. 
Em uma das visitas ele faz uma confissão. Ele está interessado em uma mulher, mas ela é quase casada.


Mas adiante, entra Sullivan Monteiro, o advogado da corporação MaxLouge. Ele entra para solucionar um crime que aconteceu na empresa com Ralfraude, um rapaz que trabalhava no RH e amigo da Sancler é encontrado morto, com um cartão do Adrian.

Assim é lançado o mistério do livro e dar início as investigações.

Mas, logo depois do crime e das investigações iniciarem, acontece uma viagem de trabalho, onde Sancler e Adrian passam alguns tempo juntos.


No trajeto da viagem, a tentação fica evidente. Na verdade, ao sair do apartamento de Sancler, a atração é escancarada, mas Sancler consegue manter o juízo e ignorar as cantadas de Adrian.


É neste ponto que  a história de Adrian e Sancler começa a desenvolver freneticamente. Rola altos e baixos, tesão, tem capítulo revelador, onde a verdadeira história de sua vida é contada. Tem a Lucy que uma hora o leitor pode adorar, outra hora terá raiva.

Um saldo positivo com a história dos personagens,  Neste livro as cenas de investigações ainda são poucas. Mas não deixa de apresentar um mistério. 

Mesmo não sendo uma leitura para conhecimento, é uma para diversão. A história é bonita. É o primeiro hot narrada por um homem, o Adrian. O que faz a história ficar mais interessante. Encontra-se muitos erros. Talvez por ser produção independente. Erros que dificultaram bastante a leitura. Por conta disso não levou nota máxima no Skoob

 Se você é apreciadora deste tipo de leitura e ignorar os erros, eu recomendo. Ele não é hot o tempo inteiro, tem história, fazendo a leitura mais interessante. 

                                                                                                                    By:
Site - Clique Aqui


Leia Mais ››

Romance: Capítulo Único - Tmartins





Acabara de sair do banho quando entrei na sala e lá estava ela no meu sofá displicentemente lendo algum romance vagabundo de banca de revista, só a luz da TV iluminava aquele corpo magro, pequeno e meio desajeitado. Cabelos presos com rabo de cavalo para combinar com a casualidade do traje predileto dela. Minha camiseta cinza amassada e uma calcinha de renda preta contornavam as curvas que ela insistia em esconder pelas neuroses que toda mulher entende. 
Assim ela compunha o figurino e por algum motivo desejei que aquela imagem, por mais simples que pareça, se repetisse, fui caminhando devagar tentando gravar todos os detalhes, pois cada Leonardo da Vinci tem a Mona Lisa que merece. Nem precisei de muitos malabarismos ela sempre preferiu dá mais atenção aos livros. Vive em um mundinho particular, e eu, me sinto vitorioso por vez em quando poder participar; fui me aproximando devagar e sutilmente peguei-a por trás, fui logo apalpando o corpo como se fosse leitura em braile. O perfume cítrico reafirmava a alma incógnita de uma mulher surpreendentemente comum. 
_ Abra as pernas e mão na parede! - Cochichei no ouvido dela. E finalmente largou (cuidadosamente) o livro e com uma risadinha me notou.
_ Isso é um baculejo? – Disse ela naquele tom serio que esbanjava confiança. E logo pensei: Ela nunca poderá saber que sou mais dela que ela é minha.
_Cala a boca. Agora você é minha.  – Serrando os dentes sentenciei. Nos ouvidos quase supliquei.  _ Só minha!

Como em uma dança ensaiada virou-se delicadamente, ao passo que minhas mãos já se encontravam dentro da camiseta preenchendo os seios pequenos e rigorosamente redondos, me olhou fundo com aqueles olhos negros arregalados por detrás dos óculos sujos. Sentir pela primeira vez, ali, amassando seus peitos, que ela queria ser minha. Entrelacei nossas mãos dei um beijo em sua testa, foi uma espécie de passaporte para que deixasse ser conduzida, e assim foi à noite inteira. Segurei no quadril e levantei em um movimento para prendê-la em minha cintura; enquanto caminhava em direção ao quarto nos olhamos em silêncio com a cumplicidade de dois velhos amantes. Aquele corpo nú miúdo em meus braços, sendo devorada entre gemidos, declarações, impropérios. Nessa noite ela foi minha, só minha.

 Não houve expectativa, cenários ou fantasias compradas. Não foi eliminado da lista nenhum dos meus fetiches de cafajeste, mas a simplicidade de como tudo aconteceu. à suavidade em nossas expressões, aquela mulher suada deitada em meu peito querendo proteção me fez perceber que quero lidar com suas crises, a bipolaridade mensal e os conselhos futuros. De alguma forma sabe como apazígua meu dia, embora a pequena atormente tanto o meu pensamento.  

TMartins
Leia Mais ››

Vencedor de Maio



Os Finalistas do mês de Maio, foram esses.





     




      X










O vencedor foi:




Justificativa: Como eu era antes de você da Jojo é lindo, profundo, delicado, e explana, como conviver com um amor que foge do padrão normal.
Mas...
Outono dos sonhos, que inicialmente eu pensei que seria a mesma história de "Como eu era antes de você", também trabalha com todos esses sentimentos, com um amor que nasce fora dos padrões normais. Porém, o fato da personagem viver um mundo universitário, cursar Letras, fez eu ficar completamente apaixonada e louca por esse livro. Cada capítulo uma emoção.
Breve resenha. 
OBS: Preciso urgente desta série.
















Leia Mais ››

Maio Leituras



1. 02/05/2015 Chorei horrores

Como Chorei neste livro. Um assunto muito delicado, que ainda não consegui ter uma formação de opinião. A Eutanásia é um assunto profundo e a JoJo Moyes conseguiu tratar bem. No Skoob, classifiquei como 5 estrelas. Resenha Aqui










11/05/2015




Depois do livro da JoJo tirei a semana para refletir. E apreciei a leitura deste livro. Não foi uma leitura amorosa, mais gostei. Apreciei a leitura em um dia.
No Skoob classifiquei como 4 Estrela.











12-15/05/2015 



Lindo e surpreendente. 
Não demora muito para postar resenha.














I - 18/05/2015

Livro lindo, singelo, emocionante. Onde encontramos um amor com barreiras, mas com uma imensa Fé. Eu preciso urgente da série completa deste livro.
















I - 24/05/2015 F- 27/05/2015


Livro de parceria, penúltima leitura do mês de Maio.  O Relicário é da escritora Estefania Cristina. Novidades em breve.













I- 27/05/2015


Última leitura do mês! Livro Parceria
Leia Mais ››

A Cabana - William P. Young




SINOPSE


A Cabana - A filha mais nova de Mackenzie Allen Philip foi raptada durante as férias em família e há evidências de que ela foi brutalmente assassinada e abandonada numa cabana. Quatro anos mais tarde, Mack recebe uma nota suspeita, aparentemente vinda de Deus, convidando-o para voltar àquela cabana para passar o fim de semana. Ignorando alertas de que poderia ser uma cilada, ele segue numa tarde de inverno e volta a cenário de seu pior pesadelo. O que encontra lá muda sua vida para sempre. Num mundo em que religião parece tornar-se irrelevante, "A Cabana" invoca a pergunta: "Se Deus é tão poderoso e tão cheio de amor, por que não faz nada para amenizar a dor e o sofrimento do mundo?" As respostas encontradas por Mack surpreenderão você e, provavelmente, o transformarão tanto quanto ele.


RESENHA



O Livro A Cabana é um tipo de livro que faz você refletir sobre a sua Fé e crenças, seja nas, atitudes, pensamentos, julgamentos. 

Então quando no prefácio Willie fala: 



Na verdade, ele somente quer dizer: se você é uma pessoa descrente, ou até mesmo ateu; esse livro realmente não foi escrito para você. 

No Prefácio conta um pouco a vida sofrida de Mack, antes mesmo dele ser pai. E sim! Mesmo não tendo um pai exemplar, Mack conseguiu ser diferente, e ser um pai maravilhoso de cinco filhos com sua esposa Nan. 

Ainda, o prefácio é narrado em primeira pessoa, mas todo o livro seguinte é narrado em terceira pessoa. Tem um escrita leve, cheio de cenas que nos leva a refletir e trabalhar nossas atitudes e pensamentos.

Mack depois de um final de semana, em uma viagem maravilhoso  no Parque Estadual do Lago Wallowa, em Oregon - Pequena suíça da America, localizada em uma região montanhosa, onde ele se divertia com seus filhos; retorna a sua cidade, para sua compreensiva esposa Nan, sem a sua filha Missy, que desapareceu misteriosamente, e pelas investigações locais desconfiam que ela foi brutalmente torturada e assassinada.

No início o livro narra a vida sem Missy,  e Mack recebendo um bilhete no mínimo estranho com os dizeres um pouco assustador. Depois o livro passa pela história de fato, narrando tudo o que acontece com Missy. Retorna em seguida para início, prosseguindo com o misterioso bilhete .

A Missy é uma criança, delicada, educada e sempre gentil. Cada filho de Mack, ele tem uma relação de amor diferente, mas não por preferir um mais que outro, e sim, por simplesmente amar incondicionalmente seus filhos. 

Todo livro que tem criança e idoso eu emociono e fico vidrada na história. Neste livro, a Missy é um doce de criança, curiosa e carinhosa, então de cara apaixonei pelo livro. Em momento do livro até arrepiei com os questionamentos da Missy, como por exemplo:




Quando o livro volta para o ponto de início, que Mack recebe o bilhete misterioso, ele resolve arriscar e retornar ao local onde tudo aconteceu.

E ai...

E neste momento, todas reações de Mack são minhas também. A cada cena, eu tinha a mesma expressão de espanto, choro, questionamento, curiosidade, desespero. E claro, achando aquilo muito surreal, sem acreditar no que estava lendo. 

Alguns momentos pensei que Mack estava delirando, sonhando ou até mesmo que tinha morrido, mas o fato é, que ele retornar A Cabana, é nada mais nada menos  ele encontra

Deus e toda santíssima trindade.


Neste encontro coisas acontecem surpreendendo, as experiências que Mack vive é surreal, ao mesmo tempo, é singelo e emocionante. Mostra um lado da Fé, fugindo dos padrões impostos pela sociedade, fazendo em alguns momentos refletirmos sobre como estamos nos comportando, e como anda a nossa credibilidade. Isso tudo, por Mack simplesmente questionar os recentes acontecimentos.



O livro inteiro é cheio de diálogo que leva a meditarmos. É um livro curto de poucas páginas, mas com uma leitura lenta de muita análise.

Eu sou adepta ao respeito, tenho minha crença mas sempre estou disposta a conhecer Doutrinas e outras Religiões que pregam o amor, Deus, Jesus e Maria com sabedoria e não fanatismo. (o único tipo de pessoa que não consigo discutir e às vezes não relacionar é com Ateu).



Então, respondendo a pergunta do Prefácio. Este livro foi escrito para mim. Amei a filosofia que é trabalhada, a Fé, preconceito, julgamento e nossa relação como ser humano.

O QUE AMEI: A delicadeza do livro. A Missy. O Mack como pai. O livro é simples, mas muito profundo. 

O QUE NÃO GOSTEI: Alguns diálogos extensos. Olha, que amo diálogo.

RECOMENDO: É uma leitura que eleva a alma. Sendo ou não escrito para você, recomendo conhecer essa leitura. Principalmente para ter uma opinião sobre o tema, ou até mesmo sobre o livro. Meu Saldo foi positivo com o livro e minha nota foi 4 no Skoob.












Leia Mais ››

Culturação (blogagem coletiva) Valorizando a literatura nacional


Bom, entrei nessa onda, do BLC, agora o mês de Maio mudou algumas regras, de início o nome de BLC para Culturação. Poderia escolher um dos simbolos fornecido pelo projeto,achei todos lindos, mas esse é bem alegre, então venceu. Para quem quer saber mais desse delicioso projeto visita os blogs. Monykisses e Diário de uma livro maniaca (clica nos nomes)

Esse mês serão 7 temas, nem sempre relacionados a livros. Mas acabei escolhendo o tema relacionado a livros, é claro!  Mais informações clicando no blog Diário de um livro maniaca


3º Tema – Valorizando a literatura nacional

Esse mês ainda, mais exatamente no dia 1º de Maio, comemoraremos o dia da Literatura Nacional. Nós sabemos que os autores brasileiros merecem muito mais atenção do que possuem atualmente, pensando nisso nos digam os cincos livros nacionais que todos deveriam ler na opinião de vocês.


Então vamos lá!








A coleção Despertar é linda, mas esse em especial é delicado e profundo. A autora consegue unir a Fé, os ensinamentos e nos divertir. É um livro que você acaba aprendendo e refletindo sobre a vida.











Esse mês, tivemos aqui no blog a "semana de Laplace", autor deste livro, que recomendo. Você se diverte muito com os personagens, e dar boas risadas com o mimado Renato.














Descobri esse livro por meio da Semana Anaté conheça a resenha do livro Clicando em destaque. Recomendo, leitura quente com delicadeza. 












Pense no livro lindo! Recomendo essa leitura resenha no blog Clica aqui. É um livro que trabalha seu psicológico, a paciência, a descoberta, a Fé. E é a capa mais linda que tenho na minha prateleira, dos livros nacionais.













Fecho essa blogagem com este livro divertido e aventureiro. Para quem quer se divertir e tem grupos de amigas inseparáveis. Não percam tempo. Aprecie essa leitura sem moderação. Muito divertido.










Alguns novos escritores estou conhecendo este mês, certamente entrariam nesse grupo imediatamente. Mas como é referente a maio, apresentarei esses novos em outro momento aqui no blog.


Beijos
Paty
Leia Mais ››

Conhecendo um Leitor: Bruna Gouvêa


meu nome é Bruna Gouvêa, aqui estou para falar de minha pessoa! Sou bem suspeita para falar de mim, não concordam? Portanto o que eu disser poderá ser usado contra mim, rs...assim sou eu, espontânea, extrovertida, sincera ( até demais as vezes, o que não sei se considero um defeito ou uma qualidade). Amo viajar, não é a toa que sou Turismóloga, e amo! Outro hobby é a fotografia, adoro a arte de eternizar momentos em papel, seja através de imagens ou de letras!


      1.    Como começou seu amor por leitura?
Nossa, meu amor pela leitura vem desde pequena, sempre gostei de ler e escrever...e com os contos literários que toda criança vive (Cinderela, Branca de Neve, João e o pé de feijão, etc) a paixão foi crescendo e continua até hoje.

      2.    Qual foi seu primeiro livro que apreciou a leitura por prazer?
Hum, essa pergunta me remeteu à bons tempos, como disse na pergunta anterior, gosto muito de escrever também, e um dos livros que li e gostei muito foi “Ana e Pedro” ,não foi o primeiro com prazer que li...mas no momento é um dos quais me recordo que li umas 03 vezes, e é super curtinho, gostoso de lê...foi uma questão de horas para devorá-lo (rs).

      3.  Livro de infância que não esquece?
São muitos livros bons que temos na infância não é? como não amar Monteiro Lobato, e sem esquecer os contos, que adorava também!! a Cigarra e a Formiga, O Patinho Feio e assim vai...


       4.  Qual livro você apreciou a leitura em poucos dias?
O Código Da Vinci, foi paixão a primeira frase, (rs...) eu começo a amar o livro pela capa, e com o Código não foi diferente. Como sempre gostei de Da Vinci, pela arte, comprei sem pretensão e antes de fazer esse sucesso todo, já era fã nº 01.


      5.   Qual seu estilo de leitura e qual estilo de leitura você não gosta?
Sou "beeeeem" eclética, gosto de tudo um pouco! Não curto muito coisas que me amedrontam, tipo Terror.

      6. Qual livro que você comprou empolgada, mas se decepcionou ao ler?
“A Cabana” gostei da capa, gostei dos comentários, mas me cansei nos primeiros capítulos e confesso, não terminei de ler, embora não goste de começar algo e não terminar!

      7.  Já abandonou algum livro?
A Cabana, mas não foi o único, livros que tenho que ler por ‘obrigação’(vestibular, concurso,etc)  leio, absorvo o que preciso e esqueço, então...abandono-os na gaveta da memória.

      8. Tem algum livro que você não teria receio de ler infinitas vezes?
Muitos, livros que aguçam minha curiosidade, como os de Dan Brown, livros que me faz refletir sobre a vida e como passamos por ela, ‘releria’ muitas vezes.

      9. Um personagem masculino que você não esquece? Descreva o porquê?
Acho que perceberam Dan Brown me seduziu, Robert Langdon seria facilmente meu melhor amigo, pois gosto de pessoas inteligentes, que sabem falar de qualquer coisa e sempre atualizado, me identifico muito com pessoas assim.

      10.   Uma personagem que você não esquece? Descreva o porquê?
Não pensem que sou só adepta a filmes de ficção ou suspense, adoro um romance meloso, com direito a lágrima e  amores por personagens. A Holly do livro “P.S. Eu te amo” Cecelia Ahern me bateu uma vontade por instantes de ser ela, invejável o amor pelo qual ela passou e mesmo depois de não estar mais com ela em vida, estava em alma. Tá, mas também quem não queria ser a Savannah Curtis de “Querido Jonh” Nicholas Sparks? Melhor parar por aqui né? Rs.

       11. Qual casal inesquecível?
Nossa, tenho quantas linhas pra escrever mesmo? Pra mim foram muitos , cada um em seu gênero , mas vamos ao mais recente e que as moçoilas estão esperando que eu cite, Anastácia Steele  e Christian Grey. Em sua classificação de casal picante , tornaram-se inesquecíveis pela química e por mostrar que sexo pode ter amor e amor pode continuar amor, sem pudor e sem medo. 

  12. Conhece a literatura brasileira contemporânea?
Amo LBC, como não amar Vinicius de Moraes, Carlos Drummond de Andrade ou Cecília Meireles? Me digam? Conheço e amo!


  13. Um livro nacional que apreciou a leitura e amou?
“Dom Casmurro” eu li e gostei, não amei...pois como disse, a princípio seria para o vestibular, mas gostei da história, dos amores mau resolvidos e dúvida lançada, gosto desse tipo de leitura, rs.

 14. Um escritor que você gosta?
Um só? São muitos que gosto... e já citei aqui, Dan Brown, Cecelia Ahern, Vinicius de Moraes, Nicholas Sparks, Ariano Suassuna, Carlos Drummond de Andrade, enfim!


     15.   Livro único, trilogia ou série?
Tudo, pode ser?

      16. Trilogia Predileta.
No momento “Cinquenta Tons de Cinza” Erika Leonard James.

      17. Série Predileta.
Sério que você manda escolher uma série só!! Rs, hum...gosto muito de séries, desde épicos à futurísticos, traduzindo , desde Cheena à Super-Man rs.

      18.  Algum livro que você leu e que acha “esse merecia um filme”?
Muitos dos que li e achei que mereciam, viraram filme, que ao meu ver não são fiéis ao livro, mas que enriqueceram minha imaginação, afinal a imagem do livro quem faz é você , e é o que sempre digo (né amiga) que cada um, embora lendo o mesmo livro, forma uma imagem própria do que está lendo.

     19. Uma música & um livro. (uma música que faz você lembrar-se de um livro, e qual o livro)
A trilha sonora toda do filme “Paixão a Flor da Pele” , adorei...e tá bom, a trilha de “Cinquenta Tons de Cinza” também não deixou a desejar!

      20. Um livro & Um filme (um livro que virou filme, que você gostou)
“Querido Jonh”

      21. Um livro & Péssimo filme (um livro que virou filme, que você odiou)
Não que tenha odiado, mas quase todos me deixam com raivinha da pobreza de detalhes que poderiam ter aproveitado dos livros, enfim!

    22.Como é sua rotina de compras? Segue uma lista? Tem alguma livraria especial ou compra online?
Na verdade eu adoro entrar em livrarias, moraria em uma inclusive (rs...) não sigo lista, nem tenho prioridade em livros, me encanto pela capa, leio a sinopse e se gostar , compro! Não vou por modismo, inclusive os livros que li de sucesso, já havia lido antes de estarem na “moda”( rs).


     23.Um único livro que você não tem e é louca para ler.
“Ninguém é de Ninguém” Zibia Milani Gasparetto, curiosíssima por que vi esse livro na estante da minha tia e adorei a dedicatória, o que hoje em dia não se faz muito.

      24. Um livro que você tem, ainda não leu e não ver a hora de ler.
Estou adiando, como a minha entrevistadora diz, me despedir do Grey, então estou com o “Cinquenta Tons de Liberdade” no plástico ainda.

     25.O que acha dos blogs literários?
Acho interessante, gosto de ler os pontos de vista de cada um para um mesmo livro, a interpretação , enfim! Curto!

      26.Como conheceu o blog Leituras Plus?
Minha afilhada de livros, de casamento, amiga de faculdade pela qual prezo um carinho imenso o criou e me apresentou!

    






Queria deixar um beijo a minha querida amiga entrevistadora, foi um prazer compartilhar das minhas experiências literárias, gostos e desgostos rs. Uma “beijoka”.
Leia Mais ››


© BOLG DA MARY - 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: MARY DESGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo