Retrospectiva literária 2014 da escritora Cristiane Broca. Leituras Plus participando. Parabéns!

Leia Mais ››

A COR DOS OLHOS TEUS - ANDREA LOPES


Autora: Andrea Lopes
Editora: KBR
Ano: 2014 / 224 páginas

SINOPSE

Uma bela história de amor e paixão, contada de uma forma adorável e sedutora.
Entre com vontade. Viva na sua própria carne, com todos os sentidos aguçados, o amor arrebatador de Alan e Daniele. Eles serão parte do seu dia a dia.
“A cor dos olhos teus” vai mexer com a sua cabeça, um livro que prende sua atenção do começo ao fim. Viaje com os personagens, viva cada momento, desde pisar na areia de uma praia em Florianópolis, no sul do Brasil, até sentir um tesão enlouquecedor pelo Alan (desafie a sua imaginação) numa ilha da Espanha, tudo na medida certa, inclusive o tempo da separação e o amadurecimento de ambos até o reencontro.


RESENHA


Um livro que você senta para ler e só levanta quando acaba, não por ser fino, com pouco mais de 200 páginas, mas pela história ser envolvente, deliciosa desde o princípio.

O Livro é dividido em três partes.

 A primeira divide-se em quatro capítulos. E começa narrando a agitada vida de Daniele. Conclusão do ensino médio, vestibular, namorado, com essa agenda lotada de compromisso, Daniele é diagnóstica com estresse, o que resulta em F-É-R-I-A-S familiar! Quinze dias, beira mar, sem internet, ou ao menos se esforçando para ficar sem internet.

Então, os primeiros capítulos basicamente narram as férias de Daniele com sua família exemplar, pais, irmão e cunhada. É nessas férias, que ela conhece o Alan, um médico que também encontra-se de férias, porém forçada, para repensar na sua vida, carreira e fugir da pressão familiar.

Ambos são comprometidos, mas a atração é forte e os dois acabam não resistindo. Uma noite de desejos brando, marcando a vida de cada um.

O gostoso do livro é que a narração é alternada, uma hora Daniele outra o Alan. E isso faz a leitura ficar mais envolvente, mostrando que a intensidade de desejos é de ambas parte. 

Outros encontros acontecem, mas ao final dessa primeira parte, uma surpresa desagradável, resultando em uma discussão e finalizando a relação, antes mesmo de começar, mesmo não sendo isso que um e outro querem.
  
A segunda parte tem seis capítulos. 

E continua no mesmo ritmo do anterior, uma hora Daniele narra e outra é Alan. Após dez anos, um encontro entre Dr. Alan e Daniele, em Barcelona na Espanha, no evento de medicina. Esse encontro estremecem ambos, deixando-os perturbados com o passado, como o que desejam atualmente.


"...não sou um príncipe, sou um bad guy..." (159)

Após algumas brigas os dois resolvem conhecer melhor um ao outro, é uma parte deliciosa do livro.

Nessa viagem rola muito sexo, mas também muita conversa sincera.


"...A simples ideia de outro cara perto de você me enlouquece, e escolhi não pensar..." (188)



"... Ela foi embora. Levando a metade viva de mim." (197)


A terceira parte têm apenas 3 capítulos. E entra na reta final do livro. Um livro que têm lições sim! 

Amei conhecer mais uma escritora brasileira, Andrea Lopes é surpreendente e consegue com esta obra, proporcionar uma leitura leve, às vezes hot, fazendo você  prender-se sem reclamar. 







Contudo isso,  a estória do Alan merece nota 4. O seu jeito faz sentido, tem por quê! Também amei os encontros e desencontros, estórias com idas e vindas. "Faz parte do show". Deixou a desejar os capítulos por serem longos. Porén, RECOMENDO:  Por ser uma história de amor envolvente, onde os personagens amadurecem. Personagens do bem; cheios de defeitos; mas dispostos a aprender. Recomendo também por ter várias viagens encantadoras.


Leia Mais ››

TAG - Retrospectiva Literária

Fui indicada pelo Blog Livros da Wis para responder essa TAG. Amo ser indicada e fico grata a fofa Wislanny pela indicação. Então, é retrospectivas literárias, vamos as perguntas e respostas.

O MELHOR LIVRO





Irei indicar dois livros, ambos viraram meu xodó esse ano. A Página certa de Laplace Cavalcanti e Cinco Anos de Cristiane Broca. Esses dois livro foram um dos melhores e especiais para mim esse ano. cada um com sua história, cada um no seu momento e ritmo.





O PIOR LIVRO:




Confesso: Comprei só por causa da capa. Amo loucamente a Inglaterra e leio tudo que se passe nesse país. Mas esse livro só a capa é linda. A história é cansativa e não tem nada de engraçada e irreverente. Decepção total! Muito Triste por não gostar.



O LIVRO COM CAPA MAIS BONITA:




Ela disputou com o livro da Cristiane broca, como amo inverno e outono, essa capa ganhou! É a mais linda da minha biblioteca, O livro é lindo! chorei muito e resultou numa ressaca literária, dias sem ter coragem de partir para uma nova leitura.


O LIVRO COM CAPA MAIS FEIA:




A capa mais feia, o livro é meio maluco, mas é bom! Mas a capa é feia e nada refere-se a história do livro.


O LIVRO MAIS DECEPCIONANTE:





Antes, já explico que esse livro e o tio Nicholas são minhas paixões. Amo seus livros e amo esse em especial. O fato de ele esta na seção de decepcionante é só por causa do final. Até hoje não me conformo com o final. A história é linda, perfeita, mas o final é trágico de mais, quebrou a beleza do livro.

O LIVRO MAIS SURPREENDENTE: 



Acostumada a ler romances melados, esse foi o mais diferente e surpreendente de todos. Acabo de ler, breve resenha no blog.

O LIVRO MAIS GROSSO:




Livro físico ele é o mais grosso. Mas a história é tão deliciosa, engraçada, falando de três amigas inseparáveis. Onde você rir muito, chora e se diverti infinitamente. Recomendo! E faço um alerta; você não senti a grossura do livro quando a história é boa. Eu amei tanto que presenteei para duas amigas.


O LIVRO MAIS FINO: 




O mais fino e o mais especial. não tenho físico, somente em e-book. Mas faço questão de presentear os amigos com ele, pois a história é envolvente e como sempre a Lycia Barros nos surpreende no final. Amo também pois foi culpa da Lycia para eu conhecer novos escritores brasileiros contemporâneos, e acada descoberta, uma nova paixão. 


O LIVO QUE VOCÊ DEMOROU MAIS TEMPO PARA LER:




Amo leitura Hot, e esse é o meu xodó. é tanto que até hoje não consigo despedir do Grey, não consigo terminar o último livro por medo de despedir dos personagens. 



O LIVRO QUE VOCÊ DEVOROU SEM VERGONHA



A história é tão envolvente que consegui ler em menos de 24 horas. Resenha em breve!



Essa foi minha retrospectivas, espero que todos gostem e mesmo que encontre um livro de difícil leitura, não desistam.



A regra final dessa TAG é eu indicar 10 blogs mas vou quebrar a regra e indicar as que sempre me recepcionam com tanto carinho que não consigo esquecer nenhum delas quando alimento meu blog, indico então para:



Livroteca das Gurias - http://livrotecadasgurias.com/

LiteRata - http://www.blogliterata.blogspot.com.br/
Entre um livro e outro - http://entreumlivroe-outro.blogspot.com.br/
Leia Mais ››

FELIZ NATAL ! Um Brinde - Vinícius Mascarenhas





É tempo de festa! Fim de ano. Espumante, comida, presentes, comunhão, união e tudo o que manda o figurino, preferencialmente em trajes branco, verde e vermelho. Mas e o que tem por trás disso tudo? 
Por que, logo no final do ano em que tudo já aconteceu tudo já passou sentimos a necessidade de nos reunirmos para festejar? Comemorar os momentos alegres, pensar e nos fortalecer com os momentos difíceis, manter-nos unidos e com espírito fraterno uns com os outros não é algo para ser praticado apenas quando tudo já foi. Natal, Ano Novo e todas essas reuniões extra familiares deveriam ser todo dia.


Seriam essas palavras de uma pessoa amargurada, sem esperança e sem um contato forte com a família, ou seria apenas palavras de alguém que espera um mundo melhor onde não espere apenas um curto período para praticar a bondade e harmonia. 

Talvez seja por isso que o mundo esteja perdido, como alguns custam a dizer. Na verdade, o mundo nunca esteve perdido, mas sim as pessoas em que nele habitam.

Vinícius Mascarenhas
Leia Mais ››

Perdendo - me - Cora Carmack




Título: Perdendo-me - Perdendo-me Livro 1
Autora: Cora Carmack
Editora: Novo Conceito
Gênero:Romance/New Adult
Ano: 2014
Páginas: 288


SINOPSE:
 Virgindade. Bliss Edwards vai se formar na faculdade e ainda tem a sua. Chateada por ser a única virgem da turma, ela decide que o único jeito de lidar com o problema é perdê-lo da maneira mais rápida e simples possível com uma noite de sexo casual. Tudo se complica quando, usando a mais esfarrapada das desculpas, ela abandona um cara charmosíssimo em sua própria cama. Como se isso não fosse suficientemente embaraçoso, Bliss chega à faculdade para a primeira aula do último semestre e... adivinhe quem ela encontra?



RESENHA:


O primeiro capítulo, inicia com Bliss Edwards  (Bliss em Inglês significa felicidade, êxtase, glória) e sua amiga Kelsey se arrumando para irem em um bar. Bliss é virgem e a sua amiga decide ir a caça do cara perfeito para que essa virgindade seja uma condição do passado.
Nesse bar várias opções surgem, mas nenhuma para ela é interessante. Até que em um determinado momento Bliss vai ao banheiro e no caminho se espanta com um jovem rapaz, bonito, no meio do bar lendo Shakespeare. (nossa! Essa até eu fiquei de boca aberta). Após o primeiro impacto os dois se apresentam ele se chama Garrick e iniciam um bate papo.

Até o capítulo oito, é narrado esse primeiro encontro, desde eles se conhecendo, conversando, o primeiro beijo, e a tentativa frustrada da primeira vez de Bliss (a desculpa dela para encerrar a noite de “amor” é hilária).

Após a noite frustrada na qual a amiga Kelsey acha que sua amiga já não é mais virgem. Bliss vai para faculdade, ela está no último semestre de artes ou teatro, no Brasil chamaria o curso de artes cênicas. Kelsei e Cade são da sua turma e melhores amigos. A turma de Bliss é animada e sempre festeira.

Na faculdade Bliss tem uma doce e assustadora surpresa. O Garrick, rapaz que ela deixou pelado na sua casa, com a desculpa mais esfarrapada. é seu mais novo professor. É nesse momento que o livro desenrola e evolui a cada cena.

  Vem a primeira conversa pós a tentativa de sexo;

“...Nós dois somos adultos. Podemos simplesmente esquecer o que aconteceu” (73)
Encontro em um show na universidade;
A segunda carona de moto;
O  ensaio de audição onde Bliss sofre um beijo forçado deixando Garrick nervoso e estressado. Após Finalizar seu ensaio, os dois acabam se beijando e Garrick promete e cumpre a promessa em se afastar de Bliss.


Cade e Bliss ficam estranhos e mesmo depois, ao tentar conversar sobre o beijo e sentimentos, os dois acabam se afastando mais ainda. Deixando Bliss mais arrasada
.
Ela lembra que Garrick tinha oferecido seu ombro amigo, ela o procura,  ele a consola, os dois ficam cada vez mais próximos.

“Eu não gosto de ficar preocupado com você” (129)

Passa alguns dias, na faculdade, após mais uma aula de Garrick, ele pede para Bliss conversar, os dois acabam se beijando e assim iniciam um namoro escondido, já que ele é seu professor.

“...Não sei quantas vezes me impedi de dar uma passada aqui e bater à sua porta. E, sim, vem você com o Cade definitivamente foi uma motivação, porem, mais do que isso...eu simplesmente gosto de você, Bliss. Como professor. Como pessoas. Como homem.” (164)

Mas, Cade e Bliss continua distante e isso trás problemas para os ensaios, para Bliss, que o tinha como melhor amigo.  

Bliss cada dia mais deprê e insegura. Acontecem alguns fatos que faz Bliss ficar mais insegura e Garrick mais distante.

Até que um amigo de sala Rusty espalha a notícia de sua doença que teve Mononucleose Infecciosa  alertando que todos podem ter adquirido. Com isso Bliss tentar alerta Garrick mas ele não dar a mínima

Assim, dar início a reta final do livro onde mostra que por mais que você fuja, quando as coisas são para dar certo, até a doença ajuda.

A moral da história do livro também é fofa, Bliss não queria apenas perder a virgindade, ou perder de qualquer forma. No final do livro explica o por que da sua insegurança, por que as coisas não aconteceram.
 
O Epílogo é um final gostoso, porque o livro é todo narrado pela Bliss, mas nessa última parte o livro passa a ser narrado por Garrick, fazendo o livro ficar saboroso de ler a versão dele sobre o amor com Bliss.



 A cada livro aprendo um pouco sobre cada profissão. Amei esse livro por contar a vida e mundo dos atores, mesmo que seja uma estudante e um professor; mesmo assim dar para sentimos como é a vida corrida deles.




Leia Mais ››

AS INCERTEZAS - VINÍCIUS MASCARENHAS




Oito ou oitenta, tudo pode acontecer. 

Depende! 

Você pode acordar e decidir não ir para o trabalho, que tudo isso já basta, como também você pode tomar a mesma decisão não acordando. 

Mesmo assim você acorda, se arruma e segue sua rotina. 
Chega um momento do dia que você, no fundo, sabe que esse sofrimento (que você berra aos quatro quantos) é necessário e te completa, além do mais você gosta. 

Porém no final da noite, na sua reflexão antes de dormir você se pega pensando: “e se eu tivesse largado tudo?” “se eu não tivesse feito o que teria que ter feito, quais seriam as consequências?” “eu fiz a coisa certa?”. Você, mesmo sabendo que essas perguntas, conjugadas no passado, não terão respostas válidas ainda se pega a perguntar. 

No fundo o que é incerto, na verdade, já se tornou a sua realidade.

Vinícius Mascarenhas
Leia Mais ››

PELO DIREITO DE SER FÚTIL - TMARTINS


Quisera eu, ter nascido linda carismática e com um belo par de seios. Cabelos tipo comercial de xampu esvoaçando ao vento em quando desfilava minha beleza simétrica por aí. 

Quisera eu, todos os homens aos meus pés, cortejando migalhas de minha atenção, ser invejada pelas mulheres de beleza comum e as que ainda acreditam que exista beleza exótica... Caber em qualquer modelito sem murchar a barriga, ter roupas supostamente feitas sob medida.


 Não me importar com a quantidade muito menos qualidade do que como, porque esse tipo de mulher, não engorda com nada. Quisera eu ser assim meio que perfeita.

Teimosa, fui nascer de carne osso e gordurinhas localizadas; faço da refeição uma equação matemática de dá inveja em qualquer nerd, escolher roupa é tão difícil quanto escolher qual curso da faculdade; horas em frente ao espelho tentando ficar bonita para outras pessoas é ritual natural, tão natural como as bocejas rosadas depois do meu blanche. 

Academia, cremes, hidratantes, etc., etc., etc.; tudo isso com uma dose de futilidade, que cá para nós, não faz mal a ninguém que saiba usar com moderação, é basicamente a mesma quantidade da sombra, se for com exagero vira paquita da Xuxa.

O que não significa virar uma bonequinha padronizada com vento na cabeça. Mesmo politizada, e entenda, já tive as neuras de adolescentes que só tem no guarda-roupa camiseta do Che Guevara, jeans All Star, mas já desassociei inteligência e autenticidade, não me venha com discurso comunista ou anarquista de que isso é coisa do capitalismo selvagem, que tudo não passa de manipulação da globo, ou que é culpa do PT.

 Não. Exijo um manifesto pelo direito de ser fútil, isso se trata de estar bem, de senti-se desejada, não me refiro a cantadas baratas nível pedreiro, podem guardar as pedras as feministas de plantão. 

Quero puramente falar do estilo próprio de saber ser quem de fato é. Estampar no espelho um impecável delineador nos olhos de mulher que sabe o que quer. E por que não conquistar isso em um salto 15?


TMartins
Leia Mais ››

CINCO ANOS - CRISTIANE BROCA



Título:Cinco Anos
Autora: Cristiane Broca
Páginas: 295
ISBN: 978859155710-3
Editora: Ases da Literatura


SINOPSE:

Ângela Barros é uma jovem jornalista de vinte e um anos. Com um pai doente, endividada e lutando por um emprego que está lhe escapando pelas mãos, vê seu destino mudar após conhecer o também jornalista Marcos Andrade, que lhe faz a pergunta chave: Onde você se imagina daqui a cinco anos? A partir de então se inicia uma jornada na vida desta jovem batalhadora que, olhando para si mesma, decide marcar o tempo e assumir as rédeas da própria vida. Entre erros e acertos, vitórias e derrotas, ela irá descobrir que tudo tem a hora certa de acontecer, e que somente um amor guiado pelo destino será capaz de libertar seu coração das barreiras que o cercam. 


RESENHA:

O livro já chama atenção pela linda capa; o casal, ambos são lindos e de fundo ainda tem a agitada cidade de São Paulo, ainda encontra-se qualidade com papel mais firme, embelezando a alma de qualquer leitor.
A sinopse também  chama atenção de imediato, por se tratar de uma história onde o casal central são jornalistas, portanto, a estória é bem agitada.  Em seguida, com o título percebe-se  de imediato, que os personagens  até o final da estória sofreriam grandes evoluções e amadurecimentos.
A leitura trás lembranças do filme “O diabo veste Prada” alguém lembra? Estilo: A chefe durona e a mocinha atrapalhada, mas logo percebemos que a estória, é bem mais profunda e rica que o filme.
Principiando então com Ângela, em mais um dia de atraso, ao sair de casa para redação, onde faz estágio. Ângela tem uma vida agitada profissionalmente por conta do pai doente. Sem mãe, ela tem que conciliar sua profissão com os cuidados do pai, o Sr. Francisco, amor sublime. 
Na profissão, ela luta para sair do posto de estagiaria, para o cargo de jornalista da grade do pequeno jornal, mas o mais respeitado na região. Essa vaga, ela disputa com outra colega, que tem os mesmos objetivos profissionais que Ângela. Mas no caso da Ângela a luta tem um sentido, ser  jornalista do Jornal Vale Impresso, significaria o conforto da velhice do seu pai.

Marcos é um jornalista da capital, de um jornal onde seu chefe, amigo e quase um pai. O chefe o envia para o interior, para fazer a cobertura do Papa, isso  em 2007, quando o Papa Bento XVI fez uma visita à cidade de Aparecida e Guaratinguetá. Como Marcos é da capital seu chefe pediu ajuda a amiga que é chefe de Ângela. Após esperar horas e quase desistindo, ela chega toda atrapalhada e afobada, de imediato em meio a agitação de Ângela ambos se entendem. Marcos simpatiza por ela e Ângela gosta do Marcos.

A visita do Papa, é a grande chance que Ângela tem de mostrar a sua chefe que ela era merecedora do emprego. Foram três dias apenas para mudar sua vida profissional e pessoal. Ângela e Marcos se entendem bem e ele admira a sua desenvoltura na profissão e nesses três dias acontecem coisas que faz uma os dois mesmo tímidos se aproximarem.

“Porque casamento é uma instituição falida. As pessoas se casam no auge, apaixonados, mas a rotina estraga tudo...” (52)

E no fim do trabalho, após conseguirem fazer uma bela matéria, Marcos o chama para sair em comemoração a bela parceria neste trabalho
E ai?
A partir desse momento o livro desenvolve. É nessa parte que vem o beijo e a pergunta que deixa Ângela um pouco preocupada.

Como você se imagina daqui a cinco anos?(68)

Ela só pensa na velhice do pai e ele no sucesso profissional. Mas ambos tinham em comum nos pensamentos:

o de não enxergar ou de não querer se apaixonar.

Só esqueceram-se de que isso não é do controle deles.

A medida que vai passando o tempo, as coisas vão acontecendo. Um novo amor, o pai sempre frágil; castigo no trabalho; o pai mais frágil; Eduardo o namorado começa a ficar insatisfeito com a dedicação da namorada ao pai; o pai fica bem mais doente.

Em dia de trabalho, quando estava indo embora do jornal, Ângela recebe uma denuncia. No inicio ela ignora, mas depois aceita e isso ajuda ela a fazer uma bela matéria e receber um prêmio de jornalismo.


No Rio de Janeiro, ela reencontra Marcos e uma forte atração acende com diálogos densos, marca maravilhosa da autora. Ambos terminam dormindo juntos e prometem não perderem mais contato.

“ Se você sente que o esta perdendo, deve aproveitar todos os momentos que puder ao lado dele...Quer um conselho? Pare um pouco de bancar a “superfilha” e seja somente filha...” (121)
“...Hoje não é o medo que me domina, mas as minhas decisões...Quando decidir ser você mesma será libertador...” (122)
“Claro que tenho medo de ser feliz... Eu perdi minha mãe e todos os dias o senhor me lembra que vou perdê–lo também...” (128)
“...Por que eu vou querer ter um relacionamento? Para perder de novo?...” (128)


Mas a vida de Ângela vira de cabeça para baixo com dois fatos que acontece na sua vida, nesse momento a história passa por uma mudança, um novo rumo para Ângela.
É um capítulo mais emocionante que o outro, é um acontecimento atrás do outro. 

“...Num momento você está bem e no outro, tudo acabou. Toda a vida que você conhecia foi tirada de você...” (229)



Ressalto  A história toda. Ângela como filha, a profissão do casal, a afinidade de Marcos e Ângela. O amadurecimento dos personagens com os desafios da vida. A vida eletrizante e atrapalhada. Mostrando dois mundos familiares bem diferentes

RECOMENDO Sim! O livro THE BEST, a esstória é linda, é uma emoção por capítulo.







Patrícia Brito 
Leia Mais ››

TAG - JULIANA ESTÁ DES-MAI-ADA - INDICAÇÃO: BLOG ENTRE UM LIVRO E OUTRO





Oi galerinha! Fui indicada por Anya Carvalho do blog "Entre um livro e outro" a responder essa TAG. A Tag é baseada no vídeo "Juliana está DES-MAI-ADA"que assim como ela também não tinha conhecimento. E ao conhecer passei mal de rir. Segui os passos dela e deixei o vídeo no final
Mas gente! Acho bom passar lá no blog dela, conhecer as belas respostas. Segue o link 
http://entreumlivroe-outro.blogspot.com.br/2014/12/tag-meus-livros-ninguem-sai_5.html

Eu amo TAG e amo ser indicada. Portanto Anya Carvalho mora no meu coração, Muito Obrigada, pela lembrança. As perguntas fiz CC e CV para não fugir do foco. Vamos a TAG




1 – “Ei coisinha, vá devagar”: Sabe aquele livro que você devorou rapidamente? Qual foi ele?



Caminhos das Borboletas - Adriane Galisteu. Eu era tão fã do Ayrton Senna e estava iniciando o meu amor pela F-1 que a morte trágica dele me fez ficar de luto por longos meses e olha que eu tinha 13 aninhos. Quando ela lançou o livro, comprei no mesmo dia de lançamento, inicie a leitura de manhã, antes da meia noite já tinha terminado (hoje perdi esse livro com as mudanças de cidades. Tenho em PDF mas é muito desconfigurado. Sinto saudade deste livro!) 


2 – “Eu vou me segurar aqui”: Qual livro te prendeu?



Por ser muito engraçado, leve, e por o Renato, personagem central do livro, ser tão insuportável que seja ser cômico e divertido. Consegui ler em três dias, e ia ao trabalho curiosa querendo saber o que Renato iria aprontar no capitulo seguinte. Também gostei porque os personagens secundários foram bem desenvolvidos. Foi o primeiro livro comédia que apreciei, e amei muito.

3 – “Se eu cair eu quebro a minha clavícula”: Qual obra te desestabilizou emocionalmente?


50 Tons me deixou cheia de tremelique, foi o primeiro livro erótico que apreciei, e ao contrário de muitos não apreciar, eu confesso que gosto, desde que se tenha uma história e não ser simplesmente Hot só por ser! O Grey até hoje não sai da minha mente e confesso que ainda não consegui terminar o último ainda, não quero  e não consigo despedir do Grey. 

4 – “MEU ÓCULOS, ninguém sai!”: Qual livro você não empresta ou tem muito ciúmes?


Gente! esse livro é o meu mais novo xodó. O motivo do ciumes, acho que a capa, acho que a história, pelos personagens serem jornalistas (amo essa profissão), pela relação, amizade intensa. Não sei! Mas esse passei ter ciúmes. 

5 – “Juliana você viu meu óculos?”: Qual livro você emprestou e nunca mais viu na vida?



Bruna amiga me devolva o livro, (kkkkkk). Olha não coloquei nenhum livro do Nicholas Sparks nessa TAG porque ele é meu escritor predileto e não consigo ter "apenas um" predileto dos livros dele. Mas esse era e é especial e sumiu, a minha amiga fala que ainda esta lendo, por isso não cobro (mas tem quase um ano). Acho que vou comprar outro exemplar dele. Pois o Alex é um perfeito homem, perfeito pai, perfeito namorado, xiiii é THE BEST.


6 – “Juliana tá DES-MAI-ADA!!!”: Qual livro te deixou com ressaca literária, sem poder ler outros livros?


Esse livro mexeu comigo, causou tremelique, tem algumas cenas hot; mas bem leve, e bem mais romântico. O que mais  deixou de ressaca nesse livro, foi o personagem Richard. Principalmente ele nervoso.

7 – “Shamuchamochamu chama o SAMU!”: Que livro te deixou louco pela continuação?


Fiquei louca ao Ler A Bandeja, e ao perceber que tinha a continuação, fui no site da escritora Lycia Barros e percebi que já estava esgotado "Entre a mente e o coração" . Mas não desisti, insisti e consegui. Para minha sorte eles são e-books ou seja, não tem como emprestar (kkkkk)

8 – “Eu errei, viu?”: Escreva aqui um pouco sobre aquele livro que você achou que se seria uma coisa e é outra!



Esse livro me decepcionou totalmente. Confesso, comprei só por que se passa em Londres, tudo que se passa no país da rainha eu tenho vontade de lê. Mas olhem a capa e o subtítulo. "Um romance engraçado e irreverente. Uma história de amor..." Não tem nada disso, achei um personagem problemático. Não é chato o livro, o problema é que eu esperava uma coisa e era outra. Eu não desisti da leitura  por que não gosto de abandonar  o livro, mesmo não gostando eu termino, e como esse se passou em Londres, foi um motivo maior para eu ir até o final.



Passei mal de rir com esse vídeo. Não conhecia, nesse mundo do blog eu vive aprendendo e descobrindo. Por isso amo cada vez mais.


  
Anya Carvalho, você é uma fofura. Obrigada pela indicação, por lembrar do meu blog.  

Eu vou indicar essa Tag para outras fofas, para o blog http://livrosdawis.blogspot.com.br/  da Wislanny (gostaria de ver ela fazendo essa TAG em vídeo) 
e para o blog: http://livrotecadasgurias.com/ que são duas administradoras fofas e que estão muito sumidas (se não fizerem vou ficar muito brava)

Gente, espero que vocês tenham gostados. Tem muitos livros que queria ter citado, mas esses foram os que responderam bem as perguntas.

Leia Mais ››


© BOLG DA MARY - 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: MARY DESGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo