PELO DIREITO DE SER FÚTIL - TMARTINS


Quisera eu, ter nascido linda carismática e com um belo par de seios. Cabelos tipo comercial de xampu esvoaçando ao vento em quando desfilava minha beleza simétrica por aí. 

Quisera eu, todos os homens aos meus pés, cortejando migalhas de minha atenção, ser invejada pelas mulheres de beleza comum e as que ainda acreditam que exista beleza exótica... Caber em qualquer modelito sem murchar a barriga, ter roupas supostamente feitas sob medida.


 Não me importar com a quantidade muito menos qualidade do que como, porque esse tipo de mulher, não engorda com nada. Quisera eu ser assim meio que perfeita.

Teimosa, fui nascer de carne osso e gordurinhas localizadas; faço da refeição uma equação matemática de dá inveja em qualquer nerd, escolher roupa é tão difícil quanto escolher qual curso da faculdade; horas em frente ao espelho tentando ficar bonita para outras pessoas é ritual natural, tão natural como as bocejas rosadas depois do meu blanche. 

Academia, cremes, hidratantes, etc., etc., etc.; tudo isso com uma dose de futilidade, que cá para nós, não faz mal a ninguém que saiba usar com moderação, é basicamente a mesma quantidade da sombra, se for com exagero vira paquita da Xuxa.

O que não significa virar uma bonequinha padronizada com vento na cabeça. Mesmo politizada, e entenda, já tive as neuras de adolescentes que só tem no guarda-roupa camiseta do Che Guevara, jeans All Star, mas já desassociei inteligência e autenticidade, não me venha com discurso comunista ou anarquista de que isso é coisa do capitalismo selvagem, que tudo não passa de manipulação da globo, ou que é culpa do PT.

 Não. Exijo um manifesto pelo direito de ser fútil, isso se trata de estar bem, de senti-se desejada, não me refiro a cantadas baratas nível pedreiro, podem guardar as pedras as feministas de plantão. 

Quero puramente falar do estilo próprio de saber ser quem de fato é. Estampar no espelho um impecável delineador nos olhos de mulher que sabe o que quer. E por que não conquistar isso em um salto 15?


TMartins

Nenhum comentário:

Postar um comentário


© BOLG DA MARY - 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: MARY DESGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo