Despertar - A bandeja



“Para vencer uma tentação, às vezes é preciso render-se a ela.”

Autora:  Lycia Barros
Editora: Arqueiro
Paginas: 240
Ano: 2014 Ed 1

Sinopse:

Aos 18 anos, Angelina está prestes a viver o maior desafio de sua vida: sair de Petrópolis para estudar no Rio de Janeiro, deixando para trás os cuidados e a proteção de seus pais. Assim que se instala na república de estudantes e começa a assistir às aulas, a jovem percebe que as dificuldades serão muitas. Ela divide um quarto com uma colega desorganizada, uma frequentadora assídua de festas e chopadas que vive cercada de más companhias. Além disso, as condições das instalações da faculdade são precárias e os professores não parecem comprometidos.

Angelina já está desanimando de sua nova vida quando esbarra no lindo Alderico – ou Rico –, um cara capaz de fazer qualquer garota perder o fôlego. O que ela não poderia imaginar era que Rico é seu professor de linguística e se interessaria por ela também. Deslumbrada com a descoberta da paixão e certa de que Rico é seu grande amor, Angelina se joga de cabeça nessa relação, ignorando todos os conselhos que recebera dos pais a vida inteira. Ao mesmo tempo ela começa a ter sonhos que não consegue entender: homens lhe oferecem objetos numa bandeja e, logo depois que Angelina aceita seus presentes, eles se transformam em feras e desaparecem numa floresta.

Primeiro volume da série “Despertar”, A bandeja é um romance arrebatador que retrata os dramas e as provações pelos quais qualquer jovem passa quando se afasta de sua essência e deve trilhar de novo o caminho do amor verdadeiro e de Deus.


RESENHA:

"Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores... Porque o senhor conhece o caminho dos justos; porém o caminho dos ímpios perecerá." (p.33)


O livro Desperta – A Bandeja de Lycia Barros foi o inicio do meu amor e descoberta pelos novos escritores brasileiros.  É sempre mais gostoso resenhar livros de autores do nosso país. 
Fui apresentada a história de Lycia na procura incansável de descobrir escritores brasileiro contemporâneo. Com a descoberta, fiz a inscrição em seu canal de youtube e passei acompanhar sua jornada como escritora. E até acabei fazendo o curso de Escrita criativa. Onde também iniciei a minha jornada autoral com segurança.

Eu li a primeira vez em e-book, e meses depois ganhei de um amiga o livro físico. 
O título tem fundamento e praticamente explica no decorrer dos sonhos malucos que Angeline tem.

O que me fascinou de imediato, foi  o cenário, passando no cotidiano universitário, paralelo com uma paixão arrebatadora. 

Angelina sai das casas dos pais, em Petrópolis, na qual ela sai da zona de conforto e privilégios de princesa, terá que encarar uma nova realidade de vida;  sem saber o que espera; como vai ser. Para encarar uma nova realidade de vida, a de estudante universitária de Letras. Ela passa a morar na república, e passará a conviver com colegas totalmente diferente da sua índole. Bebedeira, drogas, festas. Angelina peca, tem momentos de fraqueza, mas não demora para assumir os erros e tentar corrigir. 


Início de livro sempre é lenta, é uma fase de adaptação ao cenário, aos personagem e estória. Este, surpreende desde o inicio, a história que tem narrativa em primeira pessoa, pela personagem Angelina.


No decorrer do livro, o professor Alderico, ou melhor, o Rico, entra na vida dela, com uma paixão enlouquecedora. Por ser um rapaz mais velho (seus 27 anos) e um pouco enigmático, acaba encantando quem aprecia. Fatos ocorrem no caminhar da leitura e faz o leitor questionar; se um amor como esse é correto ou não? Um amor que no inicio é encantador, mas depois mostra um lado negativo. Isso ocorre, quando Angelina começa a abandonar tudo ao redor e dedicar somente ao Rico, como se ele fosse a única luz do seu caminho.  

Homem bonito e todo atencioso, é praticamente impossível não se apaixonar de imediato. Mas só o tempo para dizer, que na vida o sentindo, "Amor" vai muito além do físico e da química



"Sei que o que fiz não tem perdão, só me dei conta disso agora que te perdi... eu não consigo mais ficar sem você... faço o que quiser para ter uma terceira chance..." (p.149)

Além do amor arrebatador, tem a história de amizade de Dante e Natasha, amigos de infâncias. Também  conta a rotina de vida acadêmica, ao dividir o quarto com uma colega de infância, que há muito tempo não tinha tanta proximidade.  Angelina, passara por desafios nada fáceis, pois a convivência com Michele não será animadora. 


É um daquelas obras que mesmo o casal sendo a atração principal; não é só do amor a dois o assunto principal, na leitura deparamos muito com várias formas de amor. 



Amor Fraterno;
amor amigo; 
amor puro; 
amor doente; 
amor singelo. 

E faz você refletir de como uma boa educação, que vem de berço, com ensinamentos nobres, religiosos e  claro: com amor, podem fazer você mais forte ao encarar desafios novos, que nem sempre são bons.

O final para mim é surpreendente, porque no fundo do meu coração, queria um outro final. Mas mesmo inconformada, o final mostra que quando fazemos ações do bem, quando preservamos o que temos de bom em nós, o bem sempre prevalece, amadurece, enriquece.


"Não existe nenhum vilão. Você tem os seus erros e eu tenho os meus. Eu fui... injusta quando o acusei de ter sugado o meu mundo, porque fui eu quem permiti... ninguém faz nada conosco sem a nossa permissão..." (p.218)





O interessante nas obras da autora é o trabalho dela com a féO livro conta a história de amor de Rico e Angelina, mas paralelo a isso tem a palavra de Deus. É muito importante para a atualidade, livros que cultivam personagens problemáticos, com pintada de religiosidade, sem ser algo desagradável, obrigatória ou Santa. Trabalhar a nosso Fé com simpatia é o que Lycia Barros soube fazer perfeitamente em todas suas obras.





Beijos
Paty OBS



2 comentários:

  1. Oi Patrícia! A Bandeja é um ótimo livro mesmo, está entre os meus favoritos do Skoob. E não sei se você já está sabendo, mas vai sair um novo volume dessa coleção despertar, sobre o Dante. A Lycia já está trabalhando nele.

    A Lycia tem um livro para adolescentes também, o Tortura Cor de Rosa, não sei se você conhece. Ele é meio diferente do A Bandeja, é uma outra linguagem, mas eu achei bem interessante também. Dá uma pesquisada depois, vai que tu gosta.

    Estou ansioso para ver a resenha do Entre a Mente e o Coração.

    Autor de Mestre de Marionetes
    www.laplacecavalcanti.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nova coleção? que delicia!!! Eu que ia comprar impresso, vou esperar então, para comprar o novo volume.

      Então, esse " A tortura cor de rosa" ainda não conheço. Vou pesquisar.
      Eu acabo de completar dos livros dela minha coleção "Uma herança de amor" Breve vai ter resenha aqui.
      Mas vou investir nessa sua indicação. :-)

      Resenha "Entre a Mente e o Coração" vai sair em alguns minutos....rsrsrs

      Excluir


© BOLG DA MARY - 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: MARY DESGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo