ACADEMIA TEIXEIRENSE DE LETRAS - GISELE ELLEN

Os confrades Gisele Ellen e Almir Zarfeg
Gisele Ellen é advogada, escritora e condessa. Ocupa a Cadeira 23 da Academia Teixeirense de Letras (ATL), da qual é patrono Miguel Geraldo Farias Pires, o saudoso “Bidu”.

Ela é membro do Núcleo de Letras e Artes de Buenos Aires e, recentemente, foi empossada na Cadeira 27 da Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores. Possui também um doutorado honoris causa em Direitos Humanos concedido pela Organização Mundial dos Defensores dos Direitos Humanos (OMDDH).

Gisele exibe diploma de membro do Núcleo de Letras e Artes de Buenos Aires
Autora do romance “O mundo de Emy e o mundo dos outros”, Gisele também marcou presença nos volumes I e II da antologia “ATL em verso e prosa!”. Ela promete livro novo para a 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que acontece entre 03 e 12 de agosto deste ano.

Em Itabira/MG, em 2016, recebeu o troféu Carlos Drummond de Andrade. Em Vitória/ES, em 2017, foi homenageada com a comenda Amigos da Educação. Com o poema “Azul e Rosa”, recebeu uma menção honrosa no Prêmio Castro Alves de Literatura 2018.


Segue trecho do poema “Azul e Rosa”:

“Pensei que fosse fácil esquecer você.
Em outro rosto procurei meu ser. 
Mas meu coração não refletia a cor.
Por mais que mergulhasse,
Não encontrava o amor.

Azul para você em mim
Rosa para mim em você!

O azul e o rosa refletem nossa dor
Pois foram tatuados em nossa cor.
O amor está em nossa pele
Toda vez que a gente faz amor
Azul e rosa se misturam em oh!”

Para fechar o ano com chave de ouro, o escritório de advocacia do qual Gisele Ellen é sócia recebeu o Prêmio Mérito Empresarial 2017/2018, em pesquisa de opinião pública realizada pelo Instituto Fênix.

Seja como artista ou profissional liberal, a confreira Gisele Ellen segue conquistando seu espaço com competência, elegância e talento. Parabéns!

***

                                                                                BY
Site, clique aqui



Leia Mais ››

Até que a Vida Nos Separe - Nahra Mestre


ISBN: B01K3ATIGS
Ano: 2016 / Páginas: 346
Idioma: português
Editora: Independente
Sinopse:
Cinco vidas...
Cinco mulheres...
Cinco amigas de infância que seguiram caminhos totalmente diferentes, caminhos que acabaram se cruzando e se entrelaçando após a abertura de um baú de lembranças...
Um baú onde depositaram suas metas, desejos, sonhos e o que queriam para o seus futuros.
Quinze anos depois, se reúnem para descobrir o que haviam guardado.
Apesar de estarem afastadas, no reencontro, além dos questionamentos que a abertura do baú acarreta, elas descobrem que tem que lidar com algo muito maior, algo que poderá mudar o futuro de todas...
Uma história de amor, amizade e superação.
Sobre a autora:
A mineira Nahra Mestre escreveu seu primeiro livro em 2015. Amante das artes, do design e da arquitetura, inquieta e curiosa, a aquariana descreve o cotidiano através da observação das pessoas, suas ações e emoções do dia a dia.

A fluidez do texto, a simplicidade com que constrói as tramas e a sensualidade que permeia suas histórias cativam e evolvem seus leitores.

Resenha:

 Cinco amigas de infância unidas por um pacto. Uma linda amizade que se perde ao longo do tempo. Seguindo suas vidas, com suas famílias e compromissos, elas acabam se afastado uma da outra. Mas ao completar 20 anos de amizade, elas reencontram e abrem a caixa que deixaram guardada por todos esses anos, e que contém os desenhos e objetivos de cada para o futuro. 

Esse momento traz a elas sofrimento e angústia, por tudo que um dia desejavam, mas que nunca se realizou. Porém, a emoção maior vem, quando elas descobrem que uma das amigas, Luana, está muito doente e tem pouco tempo de vida. 

E é essa doença, e o amor que as une, que as encoraja a mudar. A ir cada uma em busca dos sonhos não realizados, realizar as mudanças necessárias para a realização pessoal de cada uma, seja ela profissional ou pessoal. Com muita dor, e muito sofrimento, elas acompanham os momentos finais de Luana, até a sua morte. Mas ao mesmo tempo, elas renascem para a vida.

Um livro extremamente tocante. Nos fala de amor, de amizade, preconceito, e nos mostra que nunca é tarde para irmos em busca de nossos sonhos. Nos abranda o coração, nos faz pensar no próximo, nos faz querer abraçar um amigo, beijar um filho, dizer eu te amo. Pois o relógio da vida está em pleno funcionamento, e pode parar a qualquer momento. Para cada um de nós, este pode ser o último minuto.

                                                                                                                          BY:
Cristina Daitx
Resenhista Literária e Letrada


Leia Mais ››

Academia Teixeirense de Letras - MARIA LEÔNCIO

Maria Leôncio homenageada pela Câmara Municipal
Maria Raimunda de Macedo Leôncio – ou simplesmente Maria Leôncio – é titular da
Cadeira 30 da Academia Teixeirense de Letras (ATL), cujo patrono é o saudoso Edward
Leôncio.

Ela nasceu em Lençóis/BA, cidade localizada na Chapada Diamantina, em 31 de março de 1928 e se licenciou em História e Geografia pela Universidade Federal da Bahia no início dos anos 50 do século XX. Também se especializou em Orientação Educacional e Jornalismo pela mesma UFBA.

Casada com o jovem engenheiro Edward Leôncio em 1952, Maria Leôncio deu à luz seis filhos: Maria de Fátima Kaster, Maria da Graça Moreira, José Macedo Leôncio, Joana Leôncio Nunes, Silvana Maria Leôncio e Francisco Eduardo Leôncio, os quais se encontram espalhados pelo Brasil e exterior.
Celebração dos 90 anos de Maria Leôncio
Residindo em Teixeira de Freitas desde os anos 80 do século passado, Maria Leôncio é professora aposentada. Apesar dos seus 90 anos, recentemente celebrados, e dos problemas de saúde comuns à idade avançada, ela segue produzindo literatura.

“Aprendiz de alfaiate” – conto de sua autoria – obteve uma menção honrosa no Prêmio Castro Alves de Literatura 2018, versão interna, realizado pela ATL. A confreira também é autora dos livros “Garimpo de lembranças" e "Destino: Extremo Sul da Bahia". Textos seus estão publicados na antologia “ATL em Verso e Prosa!”, volumes I e II.

O presidente da ATL, Almir Zarfeg, e o diretor de Eventos, Carlos Mensitieri, prestigiaram a cerimônia de celebração dos 90 anos da matriarca e lhe desejaram vida longa e feliz.

***
                                                                                       BY


Leia Mais ››

É Assim Que Acaba - Colleen Hoover



ISBN-13: 9788501301642
ISBN-10: 8501301647
Ano: 2018 / Páginas: 368
Idioma: português
Editora: Galera Record
Sinopse:
Um romance sobre a força necessária para fazer as escolhas corretas nas situações mais difíceis. Da autora das séries Slammed e Hopeless.
Lily nem sempre teve uma vida fácil, mas isso nunca a impediu de trabalhar arduamente para conquistar a vida tão sonhada. Ela percorreu um longo caminho desde a infância, em uma cidadezinha no Maine: se formou em marketing, mudou para Boston e abriu a própria loja. Então, quando se sente atraída por um lindo neurocirurgião chamado Ryle Kincaid, tudo parece perfeito demais para ser verdade. Ryle é confiante, teimoso, talvez até um pouco arrogante. Ele também é sensível, brilhante e se sente atraído por Lily. Porém, sua grande aversão a relacionamentos é perturbadora. Além de estar sobrecarregada com as questões sobre seu novo relacionamento, Lily não consegue tirar Atlas Corrigan da cabeça — seu primeiro amor e a ligação com o passado que ela deixou para trás. Ele era seu protetor, alguém com quem tinha grande afinidade. Quando Atlas reaparece de repente, tudo que Lily construiu com Ryle fica em risco. Com um livro ousado e extremamente pessoal, Colleen Hoover conta uma história arrasadora, mas também inovadora, que não tem medo de discutir temas como abuso e violência doméstica. Uma narrativa inesquecível sobre um amor que custa caro demais.

Resenha:

Lily é uma adolescente que presencia desde muito cedo a violência do pai contra sua mãe. Ela passa por um período de revolta pois não entende por que sua mãe continua casada com aquele homem.

Ela então conhece Atlas, um rapaz que também sofreu violência e que foi rejeitado por sua família. Os dois serão um consolo um para o outro durante o período mais difícil de suas vidas. Porém, no momento em que eles estão mais felizes, o pio acontece. O pai de Lily descobre o relacionamento deles, e atlas tem que ir embora, machucado de todas as formas possíveis, e Lily nunca mais o vê.

Os anos passam, e Lily perde o pai, o homem que ela deveria amar, mas não consegue. Confusa, triste, ela precisa respirar, e pensar em tudo que aconteceu. E é nesse momento que ela conhece Ryle, que também está triste, confuso. E os dois então se abrem, um para o outro. Contam seus sentimentos, suas angústias, suas “verdades cruas”. E ela, mesmo tentando evitar, se apaixona por ele. E o que era para ser uma relação casual, torna-se importante demais para ele também, e nenhum dos dois consegue resistir a esse amor.

Mas então, após o casamento, acontece o inesperado. Ryle, aquele homem bondoso, amoroso, carinhoso e gentil, começa a perder o controle, e a violência que Lily presenciou na infância se repete, mas agora com ela mesma. E é nesse momento, que inesperadamente, Atlas reaparece em sua vida e lhe dá forças para que ela consiga tomar a decisão correta, por ela e seu bebê. Para que ele possa ter uma mãe feliz. Para que seu filho possa ver o lado bom de Ryle e assim o ame, como ela não foi capaz de amar seu pai. E também, para que ela não cometa os mesmos erros de sua mãe e de tantas outras mulheres.

A autora divide com seus leitores um momento muito pessoal e difícil de sua vida, a violência doméstica. Porém, ela nos dá uma visão clara de todos os envolvidos, e torna-se muito difícil não se apaixonar pelo personagem de Ryle, e quem sabe torcer para que ele mude. Mas essa situação toda é muito difícil para Lily. Por tudo que ela viveu na infância, e quando há uma criança a caminho. 

Ela não pode arriscar que seu filho sofra tudo que ela mesma sofreu. Mais uma vez, a autora escreve uma história que consegue nos envolver, emocionar e comover de uma forma extrema.


Sobre a autora:
Colleen Hoover nasceu 11 de dezembro de 1979, em Sulphur Springs, Texas. Ela cresceu em Saltillo, Texas, e formou-se a partir de Saltillo High School, em 1998. Em 2000, ela se casou com Heath Hoover, com quem ela já tem três filhos e um porco chamado Sailor. Colleen se formou na Texas A&M University-Commerce com uma licenciatura em Serviço Social. Ela trabalhou com vários projetos de ação social e de ensino, até começar sua carreira como escritora.

Colleen Hoover é o autor de best-sellers número 1 do New York Times de quatorze romances e cinco novelas. Os romances de Hoover se enquadram nas categorias de romance contemporâneo de adultos e jovens adultos.

                                                                                                                         BY:
Cristina Daitx
Resenhista Literária & Letrada


Leia Mais ››

Azul Instantâneo - Pedro Vale


Autor Pedro Vale
76 páginas
ISBN 978-989-208277

Sobre o Autor e obra:

“Azul Instantâneo” é o primeiro livro de Pedro Vale. Com 38 anos de idade, há 15 que se mudou para a Madeira, mas sempre que possível regressa a Moreira de Cónegos, de onde é natural.

Pedro Vale é professor do 1º ciclo, tendo frequentado recentemente o curso de Ciências da Cultura, na Universidade da Madeira. A leitura sempre esteve presente na sua vida, mas “a escrita surgiu de uma forma espontânea, através do “Facebook”. Era nesta rede social que Pedro Vale escrevia diretamente, sem passar para o papel, os textos que produzia. Então, entre março de 2016 e setembro deste ano, decidiu recolher tudo aquilo que escreveu e depois, em três meses, esteve “a trabalhá-los até dar origem ao livro”. O autor garante que “não há um fio condutor, não há um tema”, contudo, “há um sentimento, uma espécie de mensagem que é também preciso ler e reler algumas vezes para entrar no universo do livro”. “Acaba por ser um apelo às sensações das pessoas”. Segundo Pedro Vale, o livro “é também um bocadinho autobiográfico”.



Resenha:
O livro Azul Instantâneo não é um livro de poemas que fala de amor, se é isso que você espera dele. Também não fala de belas paisagens. Não, ele vai além. Isto porque poesia não é, e nem deve ser somente isso. O autor nos tira de nossa zona de conforto, nos surpreende e nos toca.

Em suas páginas, o leitor encontrará textos também em prosa. E em muitas de suas páginas surpreenderá com a disposição de texto. O autor faz uso do caligrama; poemas criativos e engenhosos, carregados de beleza, por onde a imagem fica em primeiro lugar em relação ao texto.

A escrita do autor é carregada de significados que são sentidos, e não lidos. É um livro que envolve todos os nossos sentidos e suas sensações.


      “ Talvez um dia recordes
        num qualquer espelho torto
        quão simples fora a tua salva
       e te lembres daquela vez
       em que ceáramos apenas meia
       laranja e nada de pão naquela casa cega
      com o telhado a verter lágrimas
      de fel.” (pág 12)


Cristina Daitx
Resenhista Literária e Letrada

Leia Mais ››

Academia Teixeirense de Letras - Elias Botelho

Elias Botelho (dir.) recebendo Prêmio Castro Alves de Literatura
Elias Botelho é natural de Itapebi/BA, mas vive em Itamaraju/BA há muitos anos. Formado em Direito pela Faculdade de Ciências Aplicadas (FACISA), é servidor público estadual (TCM/BA), escritor e acadêmico.

Ele ocupa a Cadeira 33 da Academia Teixeirense de Letras (ATL) e é membro, também, da Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes (FEBACLA) e da Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores (ACLAPT).

Em 2016, publicou o romance “Trilha Amarga” pela editora paulista PerSe, o que lhe valeu o Prêmio Nordeste de Literatura, concedido pela editora portuguesa Mágico de Oz. Em 2017, foi finalista no III Festival de Contos do Rio de Janeiro com o conto “Milagres acontecem”. Em 2018, ficou entre os ganhadores da 2ª edição do Prêmio Castro Alves de Literatura, versão interna, categoria Crônica.


Sobre “Trilha Amarga” Almir Zarfeg escreveu: “Fato é que, seja no sentido literal ou simbólico, percorrer a trilha se tornou uma experiência muito amarga para os personagens desta história muito bem arquitetada pelo autor”. Armando Azevedo, por sua vez, pontuou: “Temos aqui uma obra valorosa, sem dúvida alguma. Parece que a pós-modernidade propalada no Brasil serve apenas aos defensores do tal mundinho globalizado. Graças a Deus, temos mentes que retratam o real descompasso; a convivência de atraso e progresso, de miséria e tecnologia, presente, sobretudo, na questão agrária...”  

Elias Botelho possui o título de Barão pela Augustíssima Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente, comandada pelo príncipe Dom Alexandre Carvalho e sediada no Rio de Janeiro.

Confraria: Elias Botelho, Almir Zarfeg e Carlos Mensitieri
Além de romancista, o confrade é também cronista, contista e ensaísta. Em 2017, participou da homenagem organizada pela Academia Carioca de Letras (ACL) ao saudoso escritor Lima Barreto com o ensaio literário “Uma breve apresentação da época, vida e obra do inigualável Lima Barreto”, que poderá ser lido na íntegra AQUI.

O artista avisa que, ainda em 2018, publicará obra inédita. Aguardem.

***
                                                                                       By:
Site - Clique Aqui



Leia Mais ››

Nota de esclarecimento - Patrícia Brito



A partir desta semana me afastarei do site como resenhista e blogueira literária.

Todas as resenhas – parceiras ou não – ficarão na responsabilidade da Cristiana Daitx (Clique Aqui, para conhecer seu trabalho). Tanto vocês leitores como também autores poderão entrar em contato diretamente com ela para apresentar seus textos ou suas carreiras.

O motivo disso é simples: preciso me dedicar um pouco mais à minha carreira autoral. Todavia continuarei como administradora do site e, quem sabe, acabe colocando alguns textos meus no futuro; além, é claro,  de  continuar a apresentar à Academia Teixeirense de Letras os posts sobre os membros que fazem parte desta. (Clique Aqui)

O afastamento não é definitivo; mas, por enquanto, sem negociação. Resenhas de minha autoria, só se eu sentir muita saudade, uma vez que leitora compulsiva não consigo deixar de ser. Inclusive, me acompanhem no instagram: @patriciabritoescritora e continuem por dentro da minha carreira!

A todos vocês leitores, conhecidos, autores e amiguxos externo toda minha GRATIDÃO! Foram quatro anos de muita aventura e estudo. Aprendi, amadureci e agora preciso focar em novos passos para alcançar novos objetivos.

Muito obrigada por tudo!
Beijos.

www.patriciabritto.com


Leia Mais ››

No seu Sorriso - Flávia Pimenta

ISBN-13: 9788542811902
ISBN-10: 8542811909
Ano: 2017 / Páginas: 256
Idioma: português
Editora: Novo Século

Da autora de No seu olhar. Muitos sonham viver um “felizes para sempre”, mas, na maioria das vezes, o destino nos reserva um conto de fadas não muito encantado. Jovens, bonitos e cheios de vida, Marina e Otávio se conheceram e se apaixonaram à primeira vista, mas são orgulhosos demais para assumirem esse sentimento. Apesar de viverem caminhos opostos, sempre se esbarram na estrada. De maneira leve, descontraída e cheia de surpresas, este livro conta a história desse casal – ou melhor, desses dois indivíduos, repleta de altos e baixos. Uma relação tão incerta quanto tudo na vida dos dois.

Encontros E Desencontros Do Amor
Talentos da Literatura Brasileira 

Resenha

“Ora, como você é presunçoso! Vem até minha casa, me beija, fala desaforos e vira as costas como se eu não fosse nada? Não que me interesse sua opinião, para seu governo, sou formada em Publicidade, pós-graduada em Marketing pela Universidade de Massachusetts, nos Estados Unidos, estou concluindo meu mestrado em Comunicação e Prática de Consumo, sou diretora da maior e mais bem conceituada gravadora de São Paulo, e tudo por mérito meu!” 
(p. 33)

Se, “No seu olhar” foi uma surpresa o estilo da narrativa; “No seu sorriso” o fascínio é ainda maior e, não só, por manter a qualidade do estilo narrativo, mas de como Flávia consegue construir uma nova história, com personagens do primeiro trabalho autoral sem ficar cansativo.

O ponto de partida de “No seu sorriso” é continuado “No seu olhar”. O  leitor percebe o cuidado da autora em não falhar nos encontros dos personagem, deixando as duas obras com as histórias bem conectadas.
Autora
É bom acentuar que, Flávia Pimenta é formada em Administração de Empresas, tornou-se escritora por vocação. Sua predileção por livros a fez se aproximar do mundo mágico da literatura. Para saber mais da escritora - Página Flávia Pimenta e siga o IG: @vid_em_palavras

Neste livro, resenhado, a vez é de Marina e Otávio. O ritmo procede como a obra anterior. Narrativa em primeira pessoa; separados a cada capítulo, por um personagem.

A diferença encontra-se na história dos novos protagonistas e comicidade. No primeiro, envolve-se um drama, neste encontramos mais humor. A história por se tratar de Marina e Otávio, apresenta, cada um, seu histórico peculiar e personalidades fortes, às vezes (ou bastante) teimosos.

A jovialidade, como mencionado acima, fica por conta de Marina, que desde o primeiro livro mostra-se uma personagem de muito sorriso, de bem com a vida, zelando muito pelo próximo e se metendo em leves confusões.

O melodrama é especialidade de Otávio que não quer aceita ficar apaixonado.

“... Além do que, um relacionamento pode levar ao amor, e o amor só traz tristeza e desilusões uma hora ou outra” (p.25)

A obra, ainda, trata de assuntos como: família, amizades, também menciona assuntos delicados, como: amnésia psicogênica. Este, por sinal, deveria ser um assunto mais aprofundado, pois, como a autora desenvolveu a Marina com sua jornada nada fácil, ficaria muito mais interessante ao leitor compreender  melhor sobre o tema.

Entretanto, isso não afeta o livro, a leitura é rápida, com capítulos curtos e o tempo todo ressaltando a importância da amizade.

“Amigos são sempre a cura para dor de amor, remédio para toda tristeza e força para qualquer fraqueza [...]” (128)

A narrativa é linear, com algumas ofertas nos capítulos finais, por exemplo: cartas da mãe de Otávio, aconselhando seu caminhar com palavras de conforto. Outra bela oferta é, quase terminando o livro, com dois personagens pouco apresentado, narrando seu ponto de vista.

Deixando o leitor com liberdade de pensar; se é possível ainda ter um continuação da história e se isso ocorresse, quem seria o próximo a narrar?


Encerra a leitura com um bom mistério, e gostinho de quero mais. 

                                                                                      By:


Leia Mais ››

A menina dos olhos molhados - Marina Carvalho

ISBN-13: 9788525062079
ISBN-10: 8525062073
Ano: 2016 / Páginas: 296
Idioma: português
Editora: 
Globo Alt

Sinopse
Bernardo é jornalista por vocação: curioso, comprometido e muito bom com as palavras. Trabalha há anos em um importante jornal da cidade e suas matérias investigativas são sempre elogiadas. Ele só tem uma limitação... Odeia trabalhar em equipe. Há alguns anos, Bernardo sofreu com uma grande decepção amorosa, o que contribuiu para o seu jeito fechado e antipático. Por isso a incumbência de levar Rafaela – a nova estagiária do jornal – para todos os lugares é como o inferno para ele. Bernardo não perde nenhuma oportunidade de evitá-la, mas Rafa, além de ser uma jornalista extremamente talentosa, não engole desaforo. Com o passar dos dias, Bernardo percebe que não conseguirá seguir seu plano de ignorar a estagiária, muito menos todos os sentimentos que ela desperta nele. Entre reportagens intrigantes e perigosas, eles vão descobrir que têm muito mais em comum do que a imensa paixão pelo jornalismo...

Resenha
Problemas de família levam Bernardo a passar alguns dias com seus avós em uma praia. É um momento muito triste da sua vida, mas algo o distrai. A menina dos olhos molhados que ele vê através da vidraça. Essa visão o acompanhará durante muito tempo, até mesmo em seus sonhos.

O tempo passa e Bernardo usa sua inquietação para estudar e tentar ser um jornalista. Mas até consolidar sua carreira Bernardo ainda vai enfrentar um momento muito difícil. O conturbado romance com Valentina e a perda de um ser que ele nem chegou a conhecer, mas que se tornou seu maior amor. Arrasado, Bernardo se dedica totalmente ao trabalho, e encontra sua vocação nas reportagens investigativas. A adrenalina de estar sempre em busca do furo de reportagem dá a ele um novo ânimo, e ele se destaca e torna-se um excelente profissional.

Até que um dia, mesmo contrariado, fica responsável por Rafaela, a nova estagiária do jornal. E esse relacionamento não começa nada bem. Os desentendimentos são constantes. A estagiária, além de ser atrapalhada, o deixa muito irritado, e ele não consegue esconder sua insatisfação.

Mas o tempo vai passando e Rafaela vai se mostrando muito competente, e Bernardo vai abrandando seus sentimentos. Porém, quando algo muito ruim acontece a ela, é que ele se dá conta de que se preocupa, e sente sua falta e que nutre outros sentimentos por ela.

Mas esses sentimentos são abalados quando a menina dos olhos molhados, a visão de seus sonhos e a lembrança de sua infância, ressurgem. E Bernardo foge, sentindo-se acuado, pois não sabe como lidar com esse turbilhão de sentimentos. Ele não quer sofrer de novo.

Mas então já é tarde, e ele já está sofrendo, e não sabe mais como voltar atrás em suas decisões.

Além de toda essa história empolgante, emocionante e extremamente bonita, a autora consegue nos transportar para o mundo jornalístico real, fazendo referência a grandes acontecimentos nacionais que tiveram grande cobertura pela imprensa.
Sobre a autora
Marina Carvalho nasceu em Ponte Nova, Minas Gerais, conhecida como a terra da goiabada. Adora queijo, rock progressivo, pudim de leite condensado, café com pouco açúcar e filmes com finais felizes.

Ama ler, seja um bom livro policial, um chick-lit despretensioso ou o jornal do dia. Quando criança lia as revistinhas da Turma da Mônica, incentivada pela mãe, e ficava esperando ansiosamente pela chegada delas todos os meses.

Formou-se em Jornalismo pela PUC-Minas e exerceu o cargo de assessora de comunicação de uma empresa por sete anos. Hoje é professora de língua portuguesa e literatura na Escola Nossa Senhora Auxiliadora.Mora em sua cidade natal com o marido e os dois filhos.

                                                                                                                          BY
Cristina Daitx
Resenhista Literária & Letrada


Leia Mais ››

Trevo De Sorte Tem Que Ter 4 Folhas – Paulinho Thomaz


ISBN-13: 9788592324407
ISBN-10: 8592324408
Ano: 2017 / Páginas: 70
Idioma: português
Editora: Vilarejo Metaeditora

Nem tudo o que Paulinho escreve vira música. Assim nasceu o seu primeiro livro. Influenciado por Paulo Leminski e Arnaldo Antunes, o artista reuniu nesta obra poesias criadas ao longo da última década.

Viajando pelos mais variados e inusitados temas, assim como faz em suas canções, Paulinho utiliza a personificação para dar vida aos objetos ou a tudo com o que pretende narrar alguma história.

Poemas, poesias





RESENHA

“A poesia é, via de regra, formada por atributos metafísicos e existenciais. Assim, a arte de poetizar nos permite exprimir nossos sentimentos mais recônditos por meio da utilização de recursos linguísticos e estéticos[...]”.
Carlos Motta – Doutor em Literatura; Língua Portuguesa PUC – RJ

“O leitor de poesia é alguém que aceita jogar o jogo proposto por essa forma de expressão de regras próprias, ganhando, assim, um novo jeito desordenado de ver o mundo”
(p. 38)
Revista Vida Simples – edição 194 – Laís Barros Martins

A alma sempre fala na arte de poetizar. A escrita é apenas um recurso de expor este sentimento. E, como diz Laís, o leitor aceita o jogo.

Canal no YouTube - Clique Aqui
Paulinho Thomaz é cantor, compositor e poeta. Descobriu sua vocação para a arte aos 14 anos de idade, quando fez sua primeira música. Já lançou dois álbuns solo:  Paulinho Thomaz (2010) e Em Pedaços (2016) Faz parte do Nós de Cabrália, grupo de compositores que realiza shows e saraus pelo Rio de Janeiro.
Agora, Paulinho está divulgando seu primeiro livro de poesias:
Trevo De Sorte Tem Que Ter 4 Folhas.
FONTE:  site e redes sociais

O livro Trevo de sorte tem que ter 4 folhas é uma obra pequena apenas no tamanho, com suas 60 páginas, mas grandiosa, na qualidade e temas trabalhados. O leitor pode apreciar em poucas horas ou podem optar em ler e refletir a cada página, a cada versos, a cada desabafos.

“Vida,
Quanto te custa
Ser um pouco mais fácil?
Ser um pouco mais justa?
(p.16)

Com o dom da escrita, com a delicadeza em ver o habitual, transformando-os em poemas, o autor proporciona em sua obra, uma leitura prazerosa e meditativa.

“A moda muda
A moda paga
Vestido brega
Rasga a bermuda
Pra entrar na moda
Que não sossega
A moda é burra
A moda é cega”
(p.44)

Fica a dica aos amantes da leitura, apreciadores da poesia, em não só, conhecer o livro, como prestigiar todo trabalho autoral do artista.

“Ter-te nas tardes
Ter-te nas noites
E até nas manhãs
Quando eu acordar

Ter-te a ouvir
Ter-te a falar
Ter-te a cuidar
Do que precisar

Ter-te nas tantas
Ter-te nas poucas
Ter-te nas loucas
Para me elucidar

Ter-te no sonho
Ter-te no banho
Ter-te estranho
Para me galvanizar

Ter-te ternura
Ter-te pura
Ter-te mistura
Para te decantar

Ter-te por ter
Assim, por gostar”
(p. 54)

                                                                                   By:

Leia Mais ››


© BOLG DA MARY - 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: MARY DESGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo